VW apresenta Tiguan com pegada off-road e motorização híbrida plug-in

Modelo deve ser lançado no mercado americano no primeiro semestre de 2017

Para-choques, protetores e estribos são novos, assim como as rodas  (/)

Após o escândalo da fraude em emissões de seus veículos a diesel, muitos analistas especularam que a VW daria uma guinada radical, priozirando os veículos elétricos e híbridos para deixar para trás as manchas do “dieselgate”. Pelo que a marca acaba de exibir no Salão de Detroit, é exatamente isso que irá acontecer. Com o conceito GTE Active, a marca prepara a chegada do novo Tiguan aos EUA e mostra o que vem por aí.

Com visual lameiro, que dá direito a pneus de perfil alto e grande profusão de plásticos sem pintura, o Tiguan GTE Active tem como principal proposta mostrar seu potencial off-road atrelado a um conjunto mecânico híbrido de alta eficiência. Mais do que isso, o modelo antecipa a nova geração do SUV que chega aos EUA em 2017. No quesito tecnológico, o conceito é o segundo equipado com a nova central multimídia com comandos por gestos (e plataformas Android, Apple e Mirror Link) que deverá estrear ainda este ano no Golf. Há ainda um quadro de instrumentos totalmente digital, também previsto para equipar a reestilização do hatch médio.

Vão livre em relação ao solo e ângulos de entrada e saída aumentara, para melhor performance off-road  (/)

O destaque do Tiguan GTE Active, porém, está no conjunto mecânico. O utiltário é equipado com um motor a gasolina turbo de 147 cv de potência, além de outros dois elétricos, sendo um dianteiro de 54 cv e um traseiro de 114 cv. Ligado a um câmbio automático de dupla embreagem e seis velocidade, o conjunto leva o modelo de 0 a 100 km/h em aproximados 6,5 segundos, chegando a cerca de 193 km/h de velocidade máxima. No modo totalmente elétrico, a máxima é de 113 km/h. A tração é integral 4Motion com possibilidade troca para traseira. De acordo com a Volkswagen, a autonomia no modo elétrico é de 32 km, enquanto, em conjunto com o motor a combustão, chega e 933 km.

Interior traz tela de 9,2 polegadas com reconhecimento de comandos por gestos  (/)

Vale ressaltar que, apesar da configuração apresentada no conceito (de cinco lugares), o Tiguan norte-americano será diferente do europeu. Enquanto o Tiguan para a Europa terá cinco lugares, o vendido nos EUA terá entre-eixos alongado e opção de sete lugares. Ainda é incerta a configuração disponível para o Brasil. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s