Vale esperar – Jeep Renegade

Até o ano que vem o mercado nacional será invadido por modelos que vale a pena esperar antes de fechar um negócio. O Renegade é um deles

geral geral

geral (/)

Apresentado no Salão de Genebra, em março deste ano, o Jeep Renegade é o primeiro produto desenvolvido integralmente depois da união entre a Fiat e a Chrysler, em 2009, que este ano foi consolidada com a criação da FCA, Fiat Chrysler Automóveis. Com planos de se tornar um carro global, o Renegade será lançado primeiro na Europa, depois nos Estados Unidos e na sequência no Brasil, antes de seguir para outros mercados, como o da China.

O Renegade será produzido na nova fábrica da Fiat, em Goiana (PE), a partir de meados de 2015. Mas fará sua avant-première no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro. Ele tem o porte do Ford EcoSport, ou seja, é ligeiramente menor que o Honda Vezel. A FCA ainda não revelou maiores detalhes sobre a linha no Brasil, mas já disse que o modelo terá diferentes configurações de estilo e de conteúdo, para entrar em todas as faixas de preço do segmento. Dessa afirmação depreende-se que haverá alternativas a todos os modelos do mercado, das versões básicas do Renault Duster às topo de linha do Ford EcoSport.

Veja outros modelos que vale a pena esperar antes de fechar um negócio

No site americano da Jeep, é possível saber que, naquele mercado, o Renegade terá duas versões de acabamento (Latitude e Trail Hawk) e duas opções de motor (1.4 Turbo Multiair e 2.4 Tiger Shark). O câmbio será automático de nove marchas. E a tração, só 4×4, terá sistemas à escolha: Jeep Active Drive e Jeep Active Drive Low, este com gestão eletrônica do Select Terrain, a versão americana para a tração Terrain Response da inglesa Land Rover.

Por aqui, o Jeep deverá ter uma configuração mais modesta, com apenas uma opção de motor 1.8 E.torQ flex e transmissão 4×2, com câmbio manual de cinco marchas. A variedade de versões ficaria por conta dos pacotes equipamentos. Nos Estados Unidos, o Renegade tem rodas de diferentes estilos e tamanhos (aros 16 e 17), ganchos e reboques, teto solar panorâmico, bancos traseiros bi e tripartidos e diversos materiais de acabamento como opção.

A oferta do modelo dependerá do posicionamento que a FCA vai adotar para as marcas. Se dedicar à Jeep a mesma estratégia usada com a Dodge no Brasil – reservando para o Dodge Journey um patamar acima do ocupado pelo Fiat Freemont -, a empresa não vai conseguir oferecer versões para todas as faixas do mercado, como anunciou. É mais fácil conseguir isso com dois modelos: o segundo deles será um SUV compacto que a Fiat desenvolve, que deve brigar com modelos de entrada do segmento. Isso deixaria o Renegade acima, algo entre R$ 60 000 e R$ 70 000.

Até agora, o Renegade só foi apresentado estaticamente. Ninguém ainda dirigiu o Jeep para contar as primeiras impressões ao volante, mas antes do Salão paulista ele deverá fazer sua estreia mundial para a imprensa especializada. Aguarde.

Estreia: 06/2015

Preço: R$ 65 000

Concorrentes: EcoSport, Tracker

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s