Stoner vence a MotoGP no Qatar

Casey Stoner confirma o favoritismo e leva sua Honda à vitória

Casey Stoner Casey Stoner

Casey Stoner (/)

O australiano só teve trabalho no início da prova, quando seu companheiro de equipe Repsol Honda Team, o espanhol Dani Pedrosa, tomou a liderança. No final Stoner confirmou a supremacia demonstrada em todos os treinos e venceu a prova de Dohan com relativa facilidade. A surpresa foi a boa performance do atual campeão do mundo, o espanhol Jorge Lorenzo (Yamaha Factory Racing), que se intrometeu no propalado favoritismo da esquadra Honda e colocou a sua Yamaha na segunda colocação, à frente de Pedrosa, do italiano Andrea Dovizioso (Repsol Honda Team) e do também italiano Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini). Ainda se recuperando fisicamente e se adaptando ao novo equipamento, o multicampeão Valentino Rossi (Ducati Marlboro Team) teve que se contentar com a sétima colocação.

Na Moto2, com um grid que contou com 39 motos alinhadas, o alemão Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing) abriu a temporada em grande estilo e venceu a prova, depois de ter partido da pole pela primeira vez na carreira, abrindo uma vantagem de mais de quatro segundos sobre um pelotão que lutou até a última curva para colocar a sua moto entre a segunda e a quinta posição. Nessa batalha, quem se saiu melhor foi o italiano Andrea Iannone (Speed Master), que conseguiu o 14º pódio de sua carreira. Thomas Lüthi (Interwetten Paddock Moto2) terminou na terceira posição e o japonês Yuki Takahashi (Gresini Racing) foi obrigado a se contentar com o quinto lugar, depois de perder a quarta posição nas últimas curvas para Alex de Angelis (JiR Moto2). Lamentável a queda do garoto espanhol Marc Marquez, atual campeão da 125cc e que largou da segunda posição do grid e vinha fazendo uma bela prova de estreia na nova categoria.

Já na 125cc a Aprilia venceu a corrida do Qatar pela sexta temporada consecutiva. O piloto da Bankia Aspar, o espanhol Nicolas Terol confirmou todo o seu favoritismo, abrindo uma frente de mais de 15 segundos sobre o segundo colocado, que lhe possibilitou administrar toda a segunda metade da corrida para cruzar a linha de chegada com uma vantagem de 7s710, sobre um pelotão que disputava ferozmente o segundo posto. Quem se deu melhor foi o alemão Sandro Cortese (Intact Racing Team Germany), seguido pelo espanhol Sergio Gadea fechando o pódio. Na sequência cruzaram Efrén Vázquez (Ajo Motorsport) e Jonas Folger (Red Bull Ajo Motorsport) que fechou a quinta colocação.

GP do Qatar – MotoGP – Classificação Final (20/03)

1- Casey Stoner – Repsol Honda Team: 22 voltas 


2- Jorge Lorenzo – Yamaha Factory Racing: +3.440

3- Dani Pedrosa – Repsol Honda Team: 
+5.051

4- Andrea Dovizioso – Repsol Honda Team: 
+5.942

5- Marco Simoncelli – San Carlo Honda Gresini: 
+7.358

6- Ben Spies – Yamaha Factory Racing: +10.468

7- Valentino Rossi – Ducati Marlboro Team: 
+16.431

8- Colin Edwards – Monster Yamaha Tech: 3 +26.293

9- Nicky Hayden – Ducati Marlboro Team: +27.416

10- Hiroshi Aoyama – San Carlo Honda Gresini: 
+28.920

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s