Segredo: VW começa a produzir um SUV cupê do Polo até outubro no ABC

Híbrido de Polo, Virtus, T-Cross e T-Roc será lançado no começo do ano que vem. Fábrica está parada a fim de adaptar as linhas de produção

VW T-Roc, SUV europeu com toque acupezado, é uma das inspirações do SUV cupê do Polo

VW T-Roc, SUV europeu com toque acupezado, é uma das inspirações do SUV cupê do Polo (Divulgação/Volkswagen)

Lembra quando QUATRO RODAS te contou que a Volkswagen estava desenvolvendo um SUV baseado no Polo para ser produzido em Taubaté (SP), e um CUV, também derivado da plataforma MQB A0, com produção em São Bernardo do Campo (SP)?

Pois nossa reportagem apurou que a fabricante já está adaptando a linha de montagem no ABC Paulista para iniciar a fabricação do tal CUV ainda este ano, entre setembro e outubro.

A intenção da marca é lançá-lo no mercado brasileiro no primeiro trimestre de 2020.

T-Sport será posicionado abaixo do T-Cross em faixa de preço

T-Sport será posicionado abaixo do T-Cross em faixa de preço (Divulgação/Volkswagen)

Mas, afinal, o que será este “CUV”?

Conforme apurado junto a uma fonte ligada a fornecedores, trata-se de um SUV cupê compacto, que manterá o entre-eixos do Polo (2,56 metros) e terá faixa de preços inferior à do T-Cross, entre R$ 70 mil e R$ 90 mil.

A primeira notícia que se teve desse projeto foi com uma reportagem da revista Motorshow do ano passado.

Visual terá elementos que lembrarão Polo, Virtus e T-Cross, porém com soluções próprias tanto para a dianteira (grade e para-choque) quanto para a traseira (com caimento do teto inspirado no europeu T-Roc e lanternas exclusivas).

Espaço interno será similar ao do Polo, porém com volume do porta-malas próximo aos 521 litros oferecidos pelo Virtus, fruto do balanço traseiro estendido.

Por dentro, as peças de acabamento serão muito similares às de hatch, sedã e SUV compactos com quem compartilha a plataforma.

VW Polo Entre-eixos será o mesmo do Polo: 2,56 metros

Entre-eixos será o mesmo do Polo: 2,56 metros (Christian Castanho/Quatro Rodas)

De acordo com nossas apurações, a Volkswagen colocou os trabalhadores de São Bernardo em férias coletivas a partir desta segunda-feira (24), a fim de adaptar a linha da montagem para a fabricação do novo modelo.

A paralisação das atividades durará até 15 de julho. Procurada, a Volkswagen confirmou a informação. Confira a nota enviada com exclusividade pela assessoria à nossa reportagem:

“Conforme planejado em seu calendário de produção para o ano, já tendo previsto o volume menor de exportações para a Argentina, a fábrica Anchieta entrará em férias coletivas, de 24 de Junho a 13 de Julho. Nesse período, a unidade também realizará alterações técnicas significativas em suas linhas de montagem, para a chegada de mais um produto inédito da Volkswagen no futuro”.

Fabricação novo Volkswagen Polo SUV cupê será fabricado em São Bernardo do Campo (SP), junto de Polo e Virtus

SUV cupê será fabricado em São Bernardo do Campo (SP), junto de Polo e Virtus (Divulgação/Volkswagen)

QUATRO RODAS também pode afirmar que já há pelo menos um protótipo do SUV cupê circulando em testes fechados. Após o fim das férias coletivas, aparições públicas do veículo camuflado devem se tornar frequentes.

Afinal, os engenheiros terão entre dois e três meses para fazer os últimos ajustes de suspensão antes de a produção começar. Componentes mecânicos, como suspensões e toda a parte elétrica, também serão derivados de Polo e Virtus.

É praticamente certa a utilização do motor três-cilindros 1.0 TSI turboflex de 128 cv e 20,4 mkgf, gerenciado por câmbio automático de seis marchas.

SUV cupê certamente contará com o motor tricilindro de 128 cv conhecido como 200 TSI

SUV cupê certamente contará com o motor tricilindro de 128 cv conhecido como 200 TSI (Christian Castanho/Quatro Rodas)

O 1.6 MSI, naturalmente aspirado de 117 cv, pode compor as versões mais baratas, em configuração manual de cinco ou automática de seis marchas.

E como o pequeno SUV cupê vai se chama? Este ainda é um mistério, mas recentemente a Volkswagen registrou no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) o nome “T-Sport”, que cairia muito bem a esta proposta.

Já em Taubaté, a empresa de origem alemã deve produzir um SUV pequeno de formato mais convencional, porém com visual e dimensões similares aos do (possível) T-Sport, e valores ainda mais módicos: de R$ 65 mil a R$ 80 mil.

T-Track e Taos são os nomes candidatos para esse modelo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s