Clique e assine por apenas 6,90/mês

“Irmão” do T-Cross, VW T-Roc ganha versão mais potente que Golf GTI

Inédita versão R adota variante mais potente do motor 2.0 turbo, suspensão rebaixada e tração nas quatro rodas

Por Rodrigo Ribeiro - Atualizado em 26 fev 2019, 12h29 - Publicado em 26 fev 2019, 12h26
O T-Roc R ganhou novos para-choques e apliques exclusivos na carroceria Divulgação/Volkswagen

Além do Tiguan, o Volkswagen T-Cross tem na Europa um irmão maior dentro da gama de SUVs feitos sobre a plataforma MQB.

O T-Roc estreou em 2017 com uma proposta mais esportiva, ainda que despojada — seu acabamento é inferior ao do Golf, do qual deriva.

As novas rodas comportam freios de 17″ na dianteira Divulgação/Volkswagen

Agora a marca revelou a inédita versão R do T-Roc. A letra é usada nas versões mais apimentadas dos Volkswagen, que normalmente superam inclusive os pacotes GTI.

O motor EA888 é o mesmo usado pelo Golf GTI, mas com mais potência Divulgação/Volkswagen

No caso do T-Roc R, o 2.0 turbo também usado no Golf foi reformulado para chegar aos 300 cv e 40,8 mkgf, mais do que suficientes para o SUV acelerar de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos.

Continua após a publicidade
O painel digital é o mesmo usado no Virtus e Polo Divulgação/Volkswagen

O câmbio automatizado de dupla embreagem de sete marchas é associado à tração integral 4Motion, usada no Brasil apenas pelo Tiguan 350 e Amarok.

Os bancos esportivos são envolventes Divulgação/Volkswagen

Por falar em Brasil, a chance do T-Roc R chegar ao Brasil é exatamente a mesma de todas as outras versões: zero.

Sem possibilidade de ser produzido localmente, o SUV seria importado de Portugal e concorreria com modelos maiores e/ou com benefícios fiscais, como Honda CR-V e Hyundai Tucson.

Publicidade