Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Segredo: Toyota Corolla Cross custará R$ 150.000 e será rival do Compass

Futuro SUV nacional da marca japonesa será médio, não compacto. Produção ocorrerá em Sorocaba (SP), com lançamento previsto para 2021

Por Leonardo Felix Atualizado em 12 mar 2021, 11h02 - Publicado em 5 Maio 2020, 12h27
Flagra do futuro "Corolla Cross" na Tailândia
Flagra do futuro “Corolla Cross” na Tailândia Thai Car Inside/Reprodução

O misterioso protótipo da Toyota flagrado na Tailândia na semana passada é mesmo o futuro SUV a ser produzido pela marca japonesa no Brasil em meados do ano que vem.

Sob a especulação de receber o nome “Corolla Cross” (que ainda não está confirmado, embora já tenha sido registrado em alguns países), o modelo será produzido em 2021 na fábrica de Sorocaba (SP).

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

QUATRO RODAS agora pode afirmar que o modelo não atuará no mercado de SUVs compactos, como se esperava desde o início e no qual já atuam VW T-Cross, Jeep Renegade, Honda HR-V, Chevrolet Tracker e afins.

Seu segmento será o de SUVs médios. É lá que o Jeep Compass reina atualmente, e é também mirando nele que os vindouros VW Tarek e Ford Territory serão lançados no Brasil. Estes serão os principais rivais do Toyota.

Corolla Cross é SUV médio, não compacto
Corolla Cross é SUV médio, não compacto Thai Car Inside/Reprodução

O possível uso da alcunha Corolla Cross viria bem a calhar, pois o modelo – conhecido internamente pelo código 740B – utilizará não apenas a plataforma modular TNGA do sedã.

Ele deve aproveitar até a distância entre-eixos de 2,70 metros do sedã, assim como a arquitetura com suspensões independentes nas quatro rodas.

Plataforma, entre-eixos e motorização serão "emprestados" pelo Corolla
Plataforma, entre-eixos e motorização serão “emprestados” pelo Corolla Fernando Pires/Quatro Rodas

Mas é claro que o Corolla Cross terá bitolas mais largas e também será mais alto e pesado do que o irmão.

Continua após a publicidade

Ainda assim, receberá os mesmos conjuntos motrizes. O primeiro é o 2.0 quatro-cilindros flex com injeção variável entre direta e indireta, capaz de render 177 cv. Ele vem acoplado ao câmbio CVT com 10 marchas simuladas.

O segundo, já antecipado por QUATRO RODAS, é o 1.8 quatro-cilindros híbrido flex de ciclo pseudo-Atkinson, com 122 cv, gerenciado por uma caixa CVT que combina as forças dos propulsores térmico e elétrico em um planetário.

Com missão de brigar no segmento hoje dominado pelo Compass, o Corolla Cross deverá orbitar a faixa de R$ 150.000, aproximando-se de R$ 200.000 nas versões mais caras.

Visual será inspirado no SUV médio grande RAV4
Visual será inspirado no SUV médio grande RAV4 Christian Castanho/Quatro Rodas

Conforme já divulgado pela Toyota durante o anúncio do plano de investimento de R$ 1 bilhão para fabricar o Corolla Cross em Sorocaba, a previsão de lançamento é para 2021.

O cronograma inicial previa o início da produção em março do ano que vem, mas o prazo pode atrasar em alguns meses devido à pandemia do novo coronavírus.

O plano de R$ 1 bilhão prevê a adaptação da fábrica para receber a plataforma modular TNGA. O motor 2.0 Dynamic Force do Corolla, que estará também no Corolla Cross, também é produzido no local.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas?

 

Continua após a publicidade
Publicidade