Clique e assine por apenas 8,90/mês

Sedã do Polo, VW Virtus será lançado em janeiro

Projeto desenvolvido no Brasil é o segundo de quatro modelos compactos que serão revelados até 2020

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 13 out 2017, 12h59 - Publicado em 13 out 2017, 12h54
Design do Virtus não é tão conservador quanto outros sedãs da VW Volkswagen/Divulgação

O Virtus será o próximo grande lançamento da Volkswagen no mercado brasileiro. A estreia do sedã foi confirmada para janeiro por Pablo di Si, novo presidente e CEO da empresa para América do Sul e Brasil.

Derivado do recém-apresentado Polo, o Virtus está em desenvolvimento no Brasil e é baseado na plataforma MQB A0.

Como a base modular pode ser adaptada de acordo com o projeto, o sedã será mais longo e terá uma distância entre-eixos de mais de 2,60 m – o Polo tem 2,56 m.

Traseira alta e curta lembra o estilo do Chevrolet Prisma Reprodução/Quatro Rodas

Fotos vazadas há alguns meses revelaram que o Virtus terá a mesma frente do Polo – que, por sua vez, já não é igual ao modelo europeu. A traseira curta e com o terceiro volume que dá continuidade ao caimento do teto rompe com o estilo tradicional dos outros sedãs da VW, como Jetta e Passat.

Continua após a publicidade

O Virtus compartilhará com o Polo a linha de montagem da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP). A produção dos dois modelos fez a planta voltar à capacidade de produção máxima, ocupando três turnos de trabalho durante cinco dias da semana.

O SUV deve ser o último a estrear, no final do ano, depois do sedã
O SUV T-Cross será baseado na plataforma do Polo Du Oliveira/Quatro Rodas

A plataforma MQB A0 dará origem a dois outros modelos: o SUV compacto T-Cross estreia em 2019 e uma inédita picape média do mesmo porte de Fiat Toro e Renault Duster Oroch em até três anos. Estes serão fabricados em São José dos Pinhais (PR), que hoje produz Fox, Golf e os Audi A3 Sedan e Q3.

O prazo coincide com a previsão de lançar 20 novidades (entre modelos inéditos e reestilizações) até 2020.

Publicidade