Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Russos correm para comprar carros enquanto dá e pagam em dinheiro vivo

Temendo inflação e desconectados do sistema bancário, russos zeram estoques de usados em meio a cenário caótico. Concessionárias suspendem vendas

Por Eduardo Passos 4 mar 2022, 00h50

A invasão da Ucrânia pela Rússia gerou uma imensa reação internacional, que obviamente atingiu a globalizada indústria automobilística. Com fortes sanções impostas, problemas logísticos e até questões éticas e morais sendo levantadas, várias montadoras anunciaram a suspensão de negócios no país, causando corrida às compras e inflação.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Com liderança absoluta da conterrânea Lada, o mercado russo até teria motivos para relativa calma. Afinal de contas, as duas outras marcas que completam o top-3 de vendas — Kia e Hyundai — seguem com planos de atividades oficialmente normais no país.

Ainda que a Coreia do Sul tenha aderido às sanções sobre o país de Vladimir Putin, “celulares, carros e outros bens de consumo” não se aplicam ao embargo, disse um ministro do país asiático na última terça-feira. 

Isso, porém, não resolve todos os problemas, já que qualquer prestadora de serviço norte-americana pode ser penalizada por ajudar Kia e Hyundai a enviar carros à Rússia. Desse modo, pretende-se criar autorizações para fretes específicos, com atualizações à medida que o conflito prossegue, disse a agência Yanhap.

Vantas TXL e VX
Exeed anunciou lançamentos no mercado russo, mas persistência da guerra pode inviabilizá-los HAAH Automotive Holdings/Divulgação

China na jogada

Sem que Beijing tenha aderido às sanções, montadoras chinesas seguem com operação normal na China, ao menos no discurso. Na prática, a realidade é bem mais complicada: a exclusão da Rússia do sistema SWIFT tende a complicar a reposição de estoques, pagamentos e outras minúcias da operação de uma indústria dessa complexidade.

De acordo com o site Avto Reviu, a Chery até anunciou nesta quinta-feira (3) novidades locais, com a chegada de novos SUVs da submarca de luxo Exeed ao país. Ao mesmo tempo, não foram informados os preços e mesmo os valores de modelos já à venda sumiram dos sites da fabricante.

Renault foi uma das poucas europeias a manter vendas na Rússia, ainda que tenha parado fábricas por problemas de estoques
Renault foi uma das poucas europeias a manter vendas na Rússia, ainda que tenha parado fábricas por problemas de estoques Divulgação/Renault

Vendedores desorientados

Com uma guerra que mal acabou de sair da cabeça de Putin para o mundo, não surpreende que quase ninguém saiba o que será do mercado automotivo russo. 

Na cidade de Ufa, com mais de um milhão de habitantes, o jornal Komsomoliskaya Pravda reportou que as lojas locais suspenderam vendas ou agora reservam carros sem preço, à espera de uma calmaria mínima para completar as transações.

Continua após a publicidade

Hyundai Creta russo
Hyundai pretende manter vendas do Creta independentemente das sanções Divulgação/Hyundai

A suspensão de vendas ocorreu, por exemplo, com o Grupo Volkswagen, que parou as fábricas de Kaluga e Nizhny Novgorod citando violações da lei internacional por parte de Moscou. As marcas da VW incluem também Skoda, Audi, Porsche, Lamborghini e Bentley.

Volkswagen oferecerá mais opções de motor e câmbio ao mercado russo
Volkswagen citou questões éticas e morais para interromper atividades no país de Putin Divulgação/Volkswagen

Mesmo os carros já em estoque em Ufa, porém, seguem guardados, dada a vertiginosa desvalorização do rublo. “Agora temos todos esses carros no estoque, mas não consigo te dar uma ideia de preço. Os veículos estão quase todos reservados”, disse um revendedor da VW local. 

Desespero por usados

Com o início da “operação especial” na Ucrânia, logo ficou claro que os preços decolariam e, segundo o portal Gazeta, praticamente todos os carros usados à venda na Rússia entre 25 e 28 de fevereiro foram adquiridos.

Seja para usar os carros como reserva de dinheiro, por especulação ou medo de que os preços aumentem mais, a corrida às revendas fez justamente com que eles disparassem em média 13%, conforme analistas do Drom.ru.

Além do sedã Classe C a Mercedes produz o SUV GLA em Iracemápolis (SP).
Preço do Classe C subiu quase 30% em Moscou, onde só é possível achá-lo por valores ainda maiores Arquivo/Quatro Rodas

De acordo com a Forbes russa, um Mercedes-Benz Classe C já está um milhão de rublos mais caro desde a semana passada — equivalente a entre 30% do valor e cerca de R$ 45.000 e R$ 80.000, a depender da cotação do último mês. A Mercedes também paralisou suas atividades locais.

Um concessionário da BMW — que também suspendeu operações na Rússia — disse que os consumidores estão comprando o que há disponível, sem ousar escolher versões ou opcionais. “Clientes chegam para comprar o carro na hora e em dinheiro”, relatou.

Compartilhe essa matéria via:

A extensa lista de fabricantes que suspenderam, por diversos motivos, as operações na Rússia ainda inclui Volvo, Jaguar Land Rover, Toyota, Mitsubishi, General Motors e Volvo. 

Um vendedor de Ufa acrescentou à Pravda local: “o próximo fim de semana será decisivo para vermos o quanto os carros realmente se manterão nesse patamar”.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês