Clique e assine por apenas 5,90/mês

Renault vai compartilhar uso do elétrico Zoe no Brasil: 15 minutos, R$ 6

Marca inicia projeto piloto de compartilhamento de carros em São Paulo, por enquanto voltado apenas a colaboradores

Por Ana Paula Cerveira - Atualizado em 18 abr 2019, 17h57 - Publicado em 18 abr 2019, 17h50
Renault vai oferecer 10 Zoe para 1.300 colaboradores compartilharem Divulgação/Renault

O compartilhamento de meios alternativos de mobilidade é algo que vem se tornando comum nos dias de hoje, especialmente nas grandes cidades. E as opções são muitas: patinetes, bicicletas e por aí vai.

Fabricantes automotivas estão de olho nesse mercado, inclusive no Brasil. Por isso a Renault divulgou nesta quinta-feira (18), uma iniciativa de uso compartilhado do compacto elétrico Zoe, apresentado  Salão do Automóvel do ano ano passado e ainda em pré-venda no país, por R$ 149.990.

O projeto, ainda em fase piloto, foi desenvolvido em parceria com o Cubo Itaú, braço do banco responsável por fomentar o empreendedorismo tecnológico na América Latina.

Por enquanto, o serviço será feito pela plataforma da startup Joycar, residente do Cubo, e reservado apenas a 1 mil colaboradores do Cubo e mais 300 colaboradores da Renault que trabalham no escritório da Vila Olímpia, em São Paulo.

Segundo a Renault, 20 unidades do Zoe já foram entregues a clientes Christian Castanho/Quatro Rodas

O serviço terá preço de lançamento de R$ 6 por 15 minutos. Neste primeiro momento, haverá 10 unidades do hatch elétrico disponíveis para uso. Serão colocados também carregadores, disponibilizados pela Efacec, no bolsão onde os veículos ficarão estacionados.

Continua após a publicidade

Executivos da Renault ouvidos por QUATRO RODAS durante o lançamento apontaram que o projeto, por enquanto, é um “teste interno”, que servirá como base para uma futura empreitada no ramo de compartilhamento para clientes externos.

“O Brasil está um pouco atrasado. Por isso, a importância de investirmos em mais serviços de inovação”, disse François Dossa, presidente da Alliance Ventures, setor de investimentos da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi.

Dossa comparou a situação embrionária do compartilhamento de carros em São Paulo com a de Madri, Espanha, onde atualmente há mais de 650 unidades do Zoe disponíveis para compartilhamento entre qualquer cidadão.

Resta esperar para vermos quanto tempo demorará até que o Zoe ou outros veículos passem a ser oferecidos publicamente para uso compartilhado por aqui.

Por enquanto, a fabricante afirma ter entregue 20 unidades do Zoe compradas desde o Salão de São Paulo.

Continua após a publicidade
Publicidade