Renault Kwid reservado agora pode ficar para depois do Carnaval

Novo lote de pré-venda será entregue entre dezembro de 2017 e fevereiro de 2018

Quem comprar Kwid a partir de agora deve receber o carro só a partir do fim de novembro

Quem comprar Kwid a partir de agora deve receber o carro só a partir de dezembro (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Desde meados de julho os interessados em comprar o Renault Kwid devem, antes de mais nada, fazer reserva online e pagar um sinal de R$ 1 mil. Mas quem fizer o pedido a partir deste mês de setembro corre o risco de só receber o compacto no final de fevereiro, depois do carnaval.

Para esta nova fase, a Renault diz ter disponibilizado 3.900 unidades do Kwid. De acordo como regulamento da fabricante, estes carros serão entregues a partir de 1° de dezembro, mas cor e versão escolhidos pelo cliente podem estender a data em até 90 dias.

Sendo assim, a data limite é 27 de fevereiro de 2018 – duas semanas depois do Carnaval.

Quem encomendou o compacto até 31 de julho tem até 30 de novembro para receber seu carro. Mas a Renault estaria se esforçando para aumentar a produção do compacto e diminuir o tempo de espera.

O processo para reserva é simples: paga-se R$ 1.000 com cartão de crédito (em até três vezes), na concessionária ou nos sites www.renault.com.br e www.kwid.com.br, e pronto.

Fazendo a reserva são mantidos os valores cobrados hoje, que variam entre os R$ 29.990 da versão Life e os R$ 39.990 do Kwid Intense com Pack Connect. Pintura metálica aumenta os preços em R$ 1.400.

Lançado em julho, o Renault Kwid começou a ser entregue aos clientes que participaram da pré-venda em meados de agosto. Até o final do mês, 2.890 unidades haviam sido emplacadas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Pelo preço e condições, se eles mantiverem ou não subirem muito, mesmo no final do ano, quando a chegada do 13º anima a onda de aumentos generalizados, bem como o dia nacional de aumentos gerais (1º de janeiro). Pela proposta do carro, diante da situação do mercado no brasil, é até previsível a demora, pois tem muito gente querendo e a fabrica não vai investir demais para suprir uma demanda de pico inicial e depois ficar ociosa, vai querer sentir a real recepção do mercado ao carro.

  2. Luiz Augusto Borazo

    Renault queimando o filme! Faz uma mega campanha publicitária, gera enorme expectativa e esquece de preparar produção para atender a demanda. Vai deixar de vender muito carro!

  3. djalma andretta

    Conversa fiada. A previsão da Renault era 5 mil carros no primeiro mês, e somando AGO e SET deve somar uns 8 mil carros. Pelo que fiquei sabendo, a procura pelo carro não é tudo isso não, inclusive 1/3 de quem entrou na pré venda desistiu pois ficou decepcionado com o carro, caíram na conversa da Renault e quando foram ver o carro, viram que não é nada disso, inclusive 2 adultos sentados nos banco dianteiros, praticamente encostam os ombros.