Clique e assine por apenas 5,90/mês

Raio X: manter um VW Polo 1.0 MPI pode ser mais barato do que parece

Versão de entrada não tem mais que o trivial, mas seus custos de propriedade são proporcionais ao que oferece

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 8 Maio 2020, 18h38 - Publicado em 11 Maio 2020, 07h00
Polo 1.0 MPI é mais barato em tudo Divulgação/Volkswagen

Um Polo Highline completo se destaca nas ruas, mas um 1.0 MPI, o mais básico da gama, não tem muito o que comemorar.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Custa a partir de R$ 54.190 e tem rodas aro 15 de aço com calotas, mas não os faróis de neblina, repetidores de seta nos retrovisores ou logotipos identificando seu motor.

Um rádio simples é o padrão da versão Divulgação/Volkswagen

Pelo menos, compartilhar com o Up! e o Gol o motor 1.0 3 cilindros aspirado de 84 cv ajuda a reduzir o preço das revisões, do seguro e das peças na comparação com as versões mais caras.

Na linha 2020, tem de série controles de estabilidade e tração, ar-condicionado, direção elétrica e rádio com Bluetooth. Mas central multimídia, espelhos com ajuste elétrico e rodas de liga leve aro 15 são opcionais.

Quanto custa para manter?

Revisões até 60.000 km: R$ 3.334
Seguro: R$ 1.262
Rede de concessionárias: 600
Desvalorização: 4,4%

Arte/Quatro Rodas

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade