Clique e assine por apenas 8,90/mês

QUATRO RODAS de julho: contamos todos os segredos do novo Hyundai HB20

Também comparamos o Caoa Chery Tiggo 7 com o líder Jeep Compass, e promovemos uma briga caseira entre Jetta GLI e Golf GTI

Por Redação - 28 jun 2019, 12h00
Edição 723 da QUATRO RODAS Arte/Quatro Rodas

Viajamos meio mundo até a Coreia do Sul para conhecer o novo Hyundai HB20, reestilização profunda de um dos compactos mais bem-sucedidos do Brasil na última década.

Dirigimos o novo carro que deve chegar ao Brasil, nas configuração hatchback e sedã, entre outubro e novembro deste ano.

O visual pode ter ficado um tanto controverso, mas a família recebeu uma boa dose de tecnologia para ficar mais competitiva no mercado. Você pode conferir tudo que muda no carro na página 54.

 

Arte/Quatro Rodas

Também colocamos o novo sedã esportivo da Volkswagen, o Jetta GLI, lado a lado com seu primo hatch, o lendário Golf GTI, para descobrir qual é o melhor esportivo da marca alemã. O resultado você confere na página 44.

Quer mais? Também fizemos um comparativo entre o Caoa Chery Tiggo 7 e o Jeep Compass. Será que o novato chinês tem o que é preciso para peitar o líder do segmento e queridinho do público? Isso você descobre na página 28.

Confira outros destaques da edição deste mês:

Continua após a publicidade

Longa duração – Você pediu, a gente atendeu: Tiggo 5X vai rodar até 60.000 km.

Ranger 2020 – Mecânica, visual e conteúdo novos.

AMG C 63 S X Audi RS 5 – Os canhões alemães medem força.

Cayenne Coupé – SUV com uma pitada a mais de 911.

HR-V x Tucson – Nova versão do Honda encara o Hyundai que ainda é um desconhecido.

Argo contra Argo – 1.3 contra 1.8, câmbio automatizado contra automático. Qual é o melhor?

Especial férias – Guia com dicas para as famílias que estão em busca da viagem perfeita.

Continua após a publicidade

Girl power – Mulheres celebram sua paixão por carros no Autódromo de Interlagos.

É uma cilada, Bino! – Dirigimos o caminhão V8 16.0 que transporta cargas de até 500 toneladas.

E MAIS: Viva-voz, Via Expressa, Clássicos, Auto-serviço, Ranking de Testes, Jeremy Clarkson e Top Ten.

Carta ao leitor

Quarteto fantástico

Os heróis desconhecidos são personagens que tiveram papel importante em um evento, mas permaneceram anônimos para a história.

Só para usar um exemplo da moda, é o caso das mais de 500.000 pessoas que tiveram de reparar o desastre nuclear de Chernobyl, retratado na série de sucesso da HBO.

No jornalismo, um tipo de herói desconhecido são os freelancers – ou  frilas, no jargão da classe. Eles não pertencem à redação, apenas fazem trabalhos isolados sob encomenda.

Continua após a publicidade

Como qualquer publicação, também recorremos aos frilas, mas quatro deles merecem ser lembrados.

São profissionais que investem um pouco do seu tempo todos os meses para produzir, com o maior carinho e dedicação, reportagens cujo tema eles dominam como ninguém.

Bitu (no alto à esq.), Fernando, Chris (embaixo à esq.) e Waldez: os nossos heróis desconhecidos Arquivo pessoal/Quatro Rodas

O mais antigo é Waldez Carmo Amorim, titular da seção Autodefesa há 12 anos.

Direto de Caxias do Sul (RS), ele faz a triagem das mensagens que recebemos, vasculha a internet atrás de reclamações e mantém sua rede de informantes em autorizadas do país inteiro.

Tudo para descobrir, antes até das fábricas, os defeitos crônicos dos carros vendidos aqui. Nesta edição, ele revela que o Jeep Compass voltou a apresentar falhas mesmo depois de passar pelo recall (pág. 103).

Felipe Bitu é nosso expert em carros antigos há sete anos. Morador de Piracicaba (SP), ele é um artesão da palavra.

Dono de um conhecimento enciclopédico, Bitu cuida da precisão da informação com o mesmo zelo que os colecionadores dispensam aos automóveis que eles nos cedem para o ensaio fotográfico da seção Clássicos.

Continua após a publicidade

Basta ler as matérias do icônico Cadillac Coupe DeVille (pág. 78) e do raro nacional Concorde (pág. 80) para entender do que eu estou falando.

Já Fernando Garcia é o rei dos testes de produtos. Cera, economizador, capa de banco, massageador… Se estiver à venda e puder ser usado num veículo, ele vai atrás, muitas vezes atendendo aos pedidos dos leitores.

Lá de Mogi das Cruzes (SP), ele cuida há 12 anos das seções Especialista e Cumpre o Que Promete.

E faz isso com tanta devoção que chegou a acompanhar a avaliação de um produto durante um ano (!!) para comprovar se o resultado seria o prometido na embalagem.

Este mês ele analisou um purificador de ar (pág. 100) e comparou três aplicadores de pretinho de pneu (pág. 101).

Por fim, temos o fotógrafo Christian Castanho.

Há 15 anos, o artista das lentes não poupa esforço para trazer aos leitores os lançamentos nos seus melhores ângulos: deitar no chão sujo atrás do clique perfeito, madrugar para encontrar a melhor luz, rodar centenas de quilômetros em busca da locação ideal.

Continua após a publicidade

Um bom exemplo disso está no comparativo entre Mercedes–AMG C63 S e Audi RS 5 (pág. 16).

É por todos esses anos de dedicação que eu queria agradecer em nome da QUATRO RODAS a esse quarteto de heróis que faz seu trabalho todo mês de maneira tão discreta, mas tão importante.

Por isso que eles são fantásticos no que fazem. Obrigado, rapazes!

Publicidade