Produção de motos apresenta queda de 5,1% em abril

Abraciclo divulgou dados do setor

Honda faz recall dos modelos CB 500F e CBR 500R Honda faz recall dos modelos CB 500F e CBR 500R

Honda faz recall dos modelos CB 500F e CBR 500R (/)

Segundo dados divulgados pela Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), a produção de motos registrou queda de 5,1% em abril, com a fabricação de 146.838 unidades, ante 154.672 no mesmo período de 2013. Porém, em relação ao mês de março, a produção cresceu 18,7%.

No quadrimestre, as montadoras fabricaram mais motocicletas em relação ao mesmo período do ano passado: 555.788 ante 537.871 unidades, correspondendo a um aumento de 3,3%

Já as vendas do atacado apresentaram recuo de 2,9%, com 511.726 unidades comercializadas, entre janeiro e abril de 2014, quando comparado com o mesmo período de 2013. Considerando apenas o mês de abril deste ano, as vendas no atacado somaram 142.473 ante as 159.306 unidades do mesmo mês em 2013, correspondendo a um recuo de 10,6%. Em relação a março deste ano (142.473 unidades), as vendas cresceram 12%.

No varejo os números também não se mostraram animadores, já que o setor de motocicletas comercializou 487.050 unidades no primeiro quadrimestre deste ano, volume 1,2% inferior em comparação com o mesmo período de 2013 (493.038). Durante abril, a comercialização no varejo foi de 121.744 unidades, ante 140.878 vendidas em igual mês do ano passado, significando um declínio de 13,6%. Quando se compara a média diária de vendas, a queda fica em 4,9%, passando de 6.404 unidades, em abril de 2013, para 6.087, no mesmo mês de 2014.

“Além de contarmos com dois dias úteis a menos de vendas em abril, também se deve considerar que os feriados prolongados costumam afetar muito o andamento dos negócios, principalmente na véspera e no dia seguinte a estas folgas, quando há queda na presença de consumidores nas concessionárias”, disse Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

“Mesmo assim, mantemos a projeção de estabilidade para o volume total deste ano, em relação a 2013”, completou o dirigente.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s