Picape Mercedes-Benz Classe X terá versão básica no Brasil

Utilitária tem lançamento no Brasil previsto para 2019, mas estreante já aparece em rede social

Mercedes Classe X Pure Versão de entrada é tão simples quanto versões básicas das concorrentes

Versão de entrada é tão simples quanto versões básicas das concorrentes (Reprodução/Instagram)

A Mercedes Classe X não terá apenas versões de luxo no Brasil.

A picape já tem conta exclusiva no Instagram, onde a marca divulga a picape em três versões: a básica Pure, a intermediária Progressive e a topo de linha Power.

Vidros traseiros são protegidos por grade, mas não há santoantonio

Vidros traseiros são protegidos por grade, mas não há santoantonio (Divulgação/Mercedes-Benz)

Como picapes compactas básicas, como VW Saveiro Robust e a Fiat Strada Working a X220d Pure tem rodas de aço (aro 17″) prateadas com calotinhas centrais, para-choques sem pintura, grade frontal sem acabamento prateado e grade de proteção para o vidro traseiro.

Por dentro, o painel é simplificado. Tem plásticos duros no painel e nas portas, não há detalhes cromados nas saídas de ar e a faixa central do painel é um simples plástico texturizado.

Os bancos são revestidos de tecido.

Painel simplório remete às Sprinter e Vito mais básicas

Painel simplório remete às Sprinter e Vito mais básicas (Divulgação/Mercedes-Benz)

Ar-condicionado, direção hidráulica e sensores de estacionamento frontais estão garantidos, assim como o quadro de instrumentos com tela colorida para o computador de bordo e a central multimídia, anda que com tela menor e sem leitor de CD.

Na Europa a versão é equipada com motor 2.3 turbodiesel de 163 cv e 40 mkgf (X 220d).

Por padrão, terão câmbio manual de seis marchas e tração traseira, mas há opção de câmbio automático de sete marchas e tração 4×4.

Capacidade de carga é de 1.043 kg

Capacidade de carga é de 1.043 kg (Divulgação/Mercedes-Benz)

A capacidade de carga é boa, de 1.043 kg. A de reboque é de 3.500 kg. Fora da Europa ela terá altura livre do solo maior, de 22 cm, e capacidade de imersão de 60 cm.

Não surpreenderá se esta versão for vendida apenas em concessionárias de veículos comerciais. 

Mercedes Classe X Progressive A versão intermediária Progressive já tem aspecto de Mercedes

A versão intermediária Progressive já tem aspecto de Mercedes (Reprodução/Instagram)

A X250d Progressive tem motor mais potente, o 2.3 biturbo a diesel de 190 cv e 45 mkgf e a caixa automática de sete relações, mesmo conjunto da Nissan Frontier, que empresta a plataforma. 

Mesmo a versão intermediária tem central mais simples, sem leitor de CD

Mesmo a versão intermediária tem central mais simples, sem leitor de CD (Divulgação/Mercedes-Benz)

Além de para-choques e retrovisores pintados, e grade cromada, há rodas de liga leve de aro 17”, retrovisores externos elétricos, oito alto-falantes, revestimento de couro no volante, câmbio e alavanca do freio de estacionamento.

Versão intermediária tem rodas menores e lanternas com lâmpadas convencionais

Versão intermediária tem rodas menores e lanternas com lâmpadas convencionais (Divulgação/Mercedes-Benz)

A versão de destaque é a X350d Power. Começa pelo poderoso motor V6 3.0 turbodiesel de 258 cv e 56 mkgf com transmissão automática de 7 marchas 7G-TRONIC PLUS e tração integral 4MATIC.

É o conjunto mecânico do luxuoso Mercedes GLS. 

Mercedes Classe X Power Versão topo Power terá mecânica exclusiva, da própria Mercedes

Versão topo Power terá mecânica exclusiva, da própria Mercedes (Reprodução/Instagram)

Como boa versão topo de linha, há rodas aro 18″, ar-condicionado digital, partida sem chave, espelhos retrovisores com rebatimento elétrico, bancos dianteiros com ajuste elétrico e faróis de leds.

Rodas aro 19″ são opcionais na Europa.

A Classe X Power também tem lanternas traseiras de led

A Classe X Power também tem lanternas traseiras de led (Divulgação/Mercedes-Benz)

A Mercedes Classe X estará no Salão do Automóvel, em novembro, mas seu lançamento no Brasil está previsto para o início de 2019.

Será fabricada na Argentina, na mesma unidade que produzirá a Nissan Frontier e a Renault Alaskan, suas irmãs de plataforma.

Versão Power tem interior refinado

Versão Power tem interior refinado (Divulgação/Mercedes-Benz)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Sem alargardores da caixa de roda ?