Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Parceria entre BMW e PSA não deve ser renovada

Desde 2002, companhias codesenvolvem motores

Por Redação Atualizado em 9 nov 2016, 12h42 - Publicado em 5 set 2013, 10h59
mercado

BMW e PSA Peugeot Citroën não deverão renovar a parceria que está em vigor desde 2002, com duração prevista até 2016, voltada para a produção conjunta de motores. A informação foi revelada pela Bloomberg.

A decisão teria sido motivada pela aproximação da companhia francesa em relação à General Motors – já se especulou, até mesmo, a aquisição da PSA por parte da GM – algo que teria gerado descontentamento da alta cúpula da BMW.

Outra publicação, o jornal francês Les Echos, revelou outra informação sobre a Peugeot. A marca deverá renovar sua linha de motores a diesel, substituindo os atuais 1.4 e 1.6 por variantes com menores níveis de emissão de CO2. Os novos blocos, que devem ser chamados de DV-R, começarão a ser introduzidos em 2017, e o investimento inicial previsto é de 60 milhões de euros.

Continua após a publicidade

Publicidade