Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Os Eleitos 2015: hatches compactos premium

Os Eleitos 2015: hatches compactos premium

Por Zeca Chaves Atualizado em 9 nov 2016, 14h42 - Publicado em 9 out 2015, 16h14
geral

1º: Peugeot 208 = 97,4

Aqui a briga foi apertada. Do campeão ao quarto colocado, a distância é só de 1 ponto. Mas o título do Peugeot 208 foi merecido, pois nos 23 quesitos pesquisados ele derrotou todos os rivais em 11, contra cinco do New Fiesta e três do Sandero e do Citroën C3. O que chama a atenção são algumas pontuações que, de tão elevadas, estão entre as maiores de toda a pesquisa. O porta-malas, por exemplo, obteve 105,8, muito acima da média da classe (94,9). Depois vem design (104,9 x 100,8), rapidez no arranque (103,1 x 97,5), acesso aos comandos (102,3 x 99,8) e modernidade do projeto (100,6 x 98,1). Apesar de tanta alegria que ele dá a seus proprietários, há três itens em que o francesinho perde para todos os adversários: o tamanho da rede autorizada (86,9 x 96,6), a confiabilidade do fabricante (87,4 x 93,6) e o preço de revenda (87,9 x 92,4).

hatches-compactos-premium-peugeot-208.jpeg

“É um carro com muita tecnologia, design atraente e motor moderno.” – Soraya Modesto da Costa, 42, Uberlândia (MG).

2º: Renault Sandero = 97,0

Ele ganhou do New Fiesta com a menor diferença possível. Qualquer nota ligeiramente diferente teria alterado o resultado. Bastava não ter ido tão bem em porta-malas (103,2) ou espaço interno (100,7) para mudar tudo. Com a mudança de geração, ele também passou a agradar em design (100,9). Mas ainda há alguns aspectos críticos, como facilidade de ultrapassagem (90,3) e rapidez de arranque (92), os piores da turma.

3º: Ford New Fiesta = 96,9

O modelo já teve tempos melhores: de campeão do segmento no ano passado ele caiu para a terceira posição em 2015. De lá pra cá, seus donos perderem um pouco de empolgação com itens que antes eram acima de 100: eram 11 em 2014 e agora são apenas cinco. Porém continua arrasando em pontos como design (103,5) e rapidez de arranque (100,3). Mas tem muito a melhorar em preço de peça (84,1).

4º: Citroën C3 = 96,4

No geral, o C3 não se destacou nem nas reclamações nem nos elogios. Mas a análise detalhada das respostas dos motoristas revelam três características bem marcantes: visibilidade (101,6), acabamento interno (98,2) e consumo urbano (93,8), nas quais foi o melhor de todo o grupo. De ruim, a maioria dos custos, caso de preço de peças (84,2), de compra (87,9), de seguro (89,8) e de revenda (89,9).

5º: Fiat Punto = 94,4

O modelo da Fiat chegou à quinta colocação da sua categoria com um desempenho discreto, sem provocar nos seus proprietários grandes emoções, seja na hora de elogiar ou de reclamar. Por isso, a maioria de suas avaliações estão na média de seus pares, com exceção do consumo urbano de combustivel (83,5) e da visibilidade (91,1), os mais mal vistos entre todos os competidores.

Continua após a publicidade

6º: Volkswagen Fox = 93,1

Pobre Fox. Não bastasse ter terminado em último entre os hatches compactos premium, ainda conseguiu a proeza de ser o 33o colocado da classificação geral. Críticas para isso não lhe faltaram: foi o pior em 14 quesitos, como preço de compra (82), de peças (84,1) e de seguro (86,8). Mas nem tudo está perdido: ao menos é o que mais satisfaz em tamanho da rede (100,6) e confiabilidade do fabricante (96,4).

LEIA MAIS:

 

– Os Eleitos 2015: a voz das ruas

– O grande campeão

– Hatches de entrada

– Hatches médios e Minivans

– Sedãs compactos

– Sedãs médios

– Picapes leves e Picapes médias

– SUVs e peruas

– Assistência técnica

Continua após a publicidade

Publicidade