Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novo Nissan Versa confirmado no 2º trimestre de 2020; antigo vira V-Drive

Terceira geração do sedã será vendida no Brasil via México, e conviverá com a primeira. March receberá profunda atualização local

Por Leonardo Felix, de Tóquio (Japão) - Atualizado em 23 out 2019, 08h12 - Publicado em 23 out 2019, 07h00
Novo Versa virá do México Divulgação/Nissan

Já se sabia que o novo Nissan Versa viria ao Brasil em 2020, importado do México. Mas não exatamente quando.

O mistério agora acabou: no Salão de Tóquio 2019 o presidente da marca no Brasil, Marcos Silva, confirmou que a chegada ocorrerá no  segundo trimestre do ano que vem.

Traseira lembra o Sentra Divulgação/Nissan

Ao que tudo indica, não há chance de a nova geração, que será focada muito mais em tecnologia e harmonia visual do que em espaço interno, ser nacionalizada.

“Estamos trabalhando para crescer com consistência e otimizar os investimentos, aproveitando ao máximo o intercâmbio que temos nas fábricas de Resende (RJ), Argentina e México”, comentou o executivo.

Continua após a publicidade
Já a cabine lembra muito a do Kicks Divulgação/Nissan

Outra confirmação: o Versa antigo continuará a ser feito no Brasil, junto com Kicks e March, mas passará a se chamar V-Drive, assim como no México, tão logo o irmão chegue ao país.

Ainda não está confirmada a motorização a ser usada pelo novo Versa, mas é quase automático esperar pelo uso do mesmo 1.6 quatro-cilindros flex de 114 cv usado pelo Kicks, também preparado para ser flex e aliado a câmbio CVT.

Enquanto isso, o V-Drive seguiria à venda com propulsor 1.0 e câmbio manual, com foco em custo-benefício.

Antigo Versa vai passar a se chamar V-Drive Divulgação/Nissan

Apesar da chegada do novo Versa e da vindoura troca de geração do Sentra (que deve mudar na América do Norte em 2020), Silva garante que a fabricante ainda tem planos para o sedã médio no país.

Continua após a publicidade

Já o hatch compacto March deve receber uma profunda atualização voltada ao mercado local, aproveitando a plataforma do Kicks e do próprio Versa novo (que já representa uma renovação da base V dos atuais March e Versa).

“Seremos bem atrevidos com o novo March”, garantiu o presidente local da Nissan. Entretanto, essa mudança deve ficar para 2021.

Também segue nos planos o SUV médio X-Trail, assim que este for renovado em outros mercados.

Para ele, as opções seriam versões elétricas ou com o motor 1.3 turbo de origem Renault, criado em parceria com a Mercedes-Benz (e usado pelo novo Classe A Sedan).

Publicidade