Clique e assine com até 75% de desconto

Novo Jeep Renegade estreia motores Firefly turbo que virão ao Brasil

Com novo visual, o SUV deverá ser apresentado no Salão de São Paulo, em novembro. Novos motores da FCA serão usados no Brasil

Por Gabriel Aguiar Atualizado em 6 jun 2018, 16h19 - Publicado em 6 jun 2018, 13h57
Dianteira concentra as principais mudanças no visual Divulgação/Jeep

O novo Jeep Renegade não era segredo desde janeiro, quando publicamos o primeiro flagra do modelo sem nenhuma camuflagem.

Entretanto, as primeiras imagens oficiais do SUV só foram divulgadas agora, às vésperas do Salão de Turim, na Itália.

Por aqui, a novidade deverá ser levada ao Salão de São Paulo, em novembro.

Apesar de discretas, as mudanças no visual foram suficientes para alinhar o SUV aos lançamentos mais recentes da marca, como o novo Wrangler.

Na traseira, as mudanças foram mais discretas Divulgação/Jeep

Na dianteira, os para-choque receberam novas entradas de ar, enquanto a moldura da grade ganhou um recorte na base. Atrás, a principal diferença é a nova disposição das luzes das lanternas.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que o novo interior foi revelado em fevereiro deste ano. O painel do SUV ganhou um banho de loja, com direito a uma nova central multimídia UConnect com tela sensível ao toque de 8,4 polegadas.

Por dentro, o Renegade ganhou nova central multimídia e comandos do Jeep Compass Divulgação/Jeep

Além disso, o Renegade recebeu novos comandos de ar-condicionado digital emprestados do Compass e controle do sistema de tração integral, que foi reposicionado.

O fabricante também anunciou novos motores a gasolina para o mercado europeu: um 1.0 de três cilindros turbo, com 120 cv, e outro 1.3 turbo, em opções de 150 cv e 180 cv de potência.

  • Esses motores também deverão chegar ao Brasil, já que essa é a mesma família Firefly que equipa Argo, Cronos, Mobi e Uno – porém, retrabalhados e sobrealimentados.

    Conforme adiantamos, o motor recebeu novo cabeçote com quatro válvulas por cilindro e variação de fase, além de injeção direta de combustível.

    Atualmente, os motores Firefly só têm duas válvulas por cilindro (e, no caso do 1.0, é o único tricilíndrico do mercado com apenas seis válvulas).

    Novo interior do SUV foi revelado no início deste ano Divulgação/Jeep
    Continua após a publicidade
    Publicidade