Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Novo Ford Mustang Bullitt tem câmbio manual e painel retrô

Série especial homenageia filme homônimo de 1968 estrelado por Steve McQueen

Por Rodrigo Ribeiro
Atualizado em 16 jan 2018, 12h36 - Publicado em 15 jan 2018, 13h56
A ausência do cavalo no radiador é uma das marcas dos Mustang Bullitt (Divulgação/Ford)

O filme Bullitt (1968) foi um hit instantâneo, no final da década de 60. A película conta com (provavelmente) a melhor cena de perseguição automotiva na história do cinema, entre um Mustang e um Dodge Charger.

O Ford era pilotado por Steve McQueen e foi imortalizado pelo falecido ator e piloto. Aquele fastback verde escuro ficou tão marcado que, desde 2001, a marca norte-americana vem criando uma série de versões limitadas inspiradas no clássico.

Ford Mustang Bullit
(Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas)

A marca aproveitou o Salão de Detroit (EUA) para mostrar o novo Mustang Bullitt 2019. O esportivo chega ao mercado no ano em que o filme completa meio século de história, e reúne atributos para agradar à maioria dos fãs do cupê.

A série especial celebra os 50 anos do filme e não deverá ser vendida no Brasil (Divulgação/Ford)

Um dos destaques fica por conta do câmbio, que será apenas manual. A manopla usa uma bola branca, como no Mustang 1968 usado no filme. A cor verde escura é igual à do modelo de McQueen, e as rodas escurecidas exclusivas foram inspiradas no Mustang original.

O quadro de instrumentos digital pode reproduzir os mostradores do Mustang 1968 (Divulgação)

O modelo também perdeu o símbolo do cavalo na grade do radiador. Algumas lendas contam que o próprio Steve McQueen pediu a remoção do icônico equino da dianteira do Mustang 1968 usado no filme.

O modelo foi mostrado ao lado do carro usado por McQueen nas filmagens do filme Bullitt (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

 

Uma curiosidade é que, apesar da Ford ter mantido o painel digital no Mustang Bullit, a série especial ganhou uma configuração que simula o mesmo grafismo dos mostradores do carro de 1968.

As rodas pretas de 19 polegadas possuem desenho exclusivo (Divulgação/Ford)

A base do Bullit é o Mustang GT que será vendido no Brasil. O motor V8 5.0 recebeu o coletor de admissão do Shelby GT350 e uma nova entrada de ar para ganhar 15 cv, chegando aos 481 cv. Com isso, o esportivo tem uma velocidade máxima 13 km/h superior, chegando aos 263 km/h.

A nova geração do Mustang Bullit foi um dos destaques da marca no salão de Detroit (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

A Ford já iniciou as pré-vendas do Mustang no Brasil, mas é pouco provável que ela vá disponibilizar o Bullit por aqui. Como já ocorreu nas versões anteriores da série especial, caberá aos potenciais clientes recorrerem à importação independente para ter um desses na garagem.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.