Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Novo Fiat 500 pode ser maior

''Esticada'’ atenderia vontade americana, mas europeus são contra

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h44 - Publicado em 20 set 2013, 13h45
lancamentos

A Fiat enfrentará um grande dilema até o lançamento da nova geração do 500, que deve ser apresentada em 2015.

Tudo por conta de um motivo bastante inusitado. Contrariando todas as expectativas (inclusive as que apontavam um possível fracasso devido às baixas vendas iniciais), os Estados Unidos se tornaram o maior mercado do 500, com 43.772 unidades comercializadas apenas em 2012. O resultado é superior até ao da Itália, que no ano passado vendeu 42.919 unidades.

Os Estados Unidos se tornaram tão importantes para a Fiat que alguns executivos da marca defendem que a próxima geração do 500 seja mais longa e mais larga do que o modelo atual, na tentativa de adequá-lo ao gosto de um número ainda maior de clientes. No entanto, a vontade destes executivos contraria o conceito do modelo, que desde sempre é conhecido por suas dimensões compactas. Sem contar que um “crescimento” no 500 obrigaria a Fiat a reposicioná-lo no mercado europeu. Hoje, ele é o segundo modelo urbano mais vendido da marca, atrás apenas do Panda.

Pelo menos não há divergências no design do novo 500, já que ele será uma evolução do modelo atual, sem perder as formas arredondadas que caracterizam o nostálgico compacto. No entanto, como ele sairá das pranchetas dos designers de Turim, na Itália, é provável que a vontade europeia prevaleça sobre os americanos.

Outro ponto vital do projeto diz respeito à produção global do veículo na Polônia, de onde saem as unidades vendidas atualmente na Europa. Com isso, a planta mexicana de Toluca ficaria menos sobrecarregada. Esta fábrica é hoje responsável por abastecer os mercados da América do Norte, América do Sul e China. O alívio na produção em Toluca poderia ser preenchida pela produção de uma possível versão quatro portas do 500, que competiria com o Ford New Fiesta a partir de 2016, nos Estados Unidos e Europa. Dentro da linha Fiat, esta nova versão seria posicionada entre o 500 três portas e a minivan 500L.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês