Clique e assine por apenas 8,90/mês

Nova Toyota Hilux: picape líder mudará visual e poderá até frear sozinha

Desenhos cedidos pelo canal Overboost mostram como ficará na prática o segundo facelift de meia vida para a atual geração do utilitário médio

Por Leonardo Felix - Atualizado em 4 Maio 2020, 11h53 - Publicado em 30 abr 2020, 20h00
Renato Aspromonte/Quatro Rodas

Faz menos de três anos que a Toyota Hilux recebeu uma reestilização leve de sua atual geração, lançada em 2015. Mas a picape média líder em vendas no Brasil está prestes a mudar mais uma vez.

Um vazamento de imagens na Tailândia antecipou como ficará o visual do utilitário, cuja renovação está prevista originalmente para ser lançada na Ásia até agosto deste ano (isso se a pandemia do coronavírus não gerar atraso).

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Podemos esperar que a nova Hilux chegará ao Brasil – via Argentina, de onde vem importada – entre o fim deste ano e princípio de 2021.

Continua após a publicidade

Estas projeções cedidas gentilmente pelo designer Renato Aspromonte, do Instagram @oversboost, oferecem uma noção bem realista de como ficará o modelo.

Assim ficará a nova Hilux com pintura prata Renato Aspromonte/Quatro Rodas

As principais alterações estão na grade frontal, mais larga e com formato hexagonal, e no para-choque com novos recortes internos. Juntos, ambos ajudam a conferir aspecto mais agressivo ao balanço dianteiro.

Na parte traseira, destaque para os dois filetes de led na forma de C compondo as lanternas. Elas ajudarão a dar um ar mais moderno à picape quando vista deste ângulo.

Mas a atualização não será apenas visual. A Hilux deve ter também a potência do seu motor 2.8 turbodiesel incrementada para uma faixa próxima aos 200 cv, o mesmo oferecido atualmente por Chevrolet S10 e Ford Ranger em suas versões de topo.

Continua após a publicidade
Dois filetes de led na forma de C darão ar mais moderno às lanternas traseiras Renato Aspromonte/Quatro Rodas

Também estão nos planos mudanças na cabina, que incluem uma nova central multimídia compatível com Android Auto e Apple Carplay.

Até há pouco tempo, a Toyota considerava que os dois sistemas violavam a privacidade dos dados de seus clientes, mas isso mudou (que o diga o novo Corolla).

Ainda, as unidades fabricadas na Argentina passarão a ter, pelo menos nas versões mais caras, o pacote Safety Sense, que inclui piloto automático adaptativo, frenagem autônoma de emergência, alerta de colisão e assistente de permanência em faixa, itens que apenas a Ranger oferece hoje no Brasil. 

Junto da Hilux, o utilitário derivado SW4 deve ter seu visual, seu motor e seu pacote de equipamentos renovado. O parceiro Autos Segredos já adiantou como deve ficar a cara do suvão.

Continua após a publicidade

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Foto: Fernando Pires / http://www.flpires.com.br abril/Abril Branded Content
Publicidade