Clique e assine com até 75% de desconto

Conheça a nova Toyota Hilux que deverá chegar ainda neste ano ao Brasil

Picape média recebeu faróis full-led e desenho inspirados nos modelos maiores, além de motor com 204 cv para encarar S10 e Ranger

Por Gabriel Aguiar 24 abr 2020, 09h56
Versão topo de linha terá iluminação full-led Milele Motors/Reprodução

A nova Toyota Hilux deverá chegar ao mercado brasileiro no fim deste ano, já como linha 2021. Só que o site Milele Motors adiantou flagras de como será a reestilização da picape média – que também deverá receber motorização mais potente que o modelo atual.

Sem alterações nas partes de aço por conta dos custos mais elevados para mudar estamparia, restou ao modelo substituir peças como para-choque, grade, faróis e lanternas. Com isso, o conjunto está mais moderno e remete às irmãs maiores Tacoma e Tundra.

Grade dianteira remete aos irmãos maiores Tacoma e Tundra Milele Motors/Reprodução

Além disso, a picape média poderá, ao menos nos flagras antecipados para a Tailândia, receber conjuntos com iluminação por led – e sistema full-led para as configurações mais caras. Outros detalhes incluem luz de rodagem diurna e rodas de liga leve com aro 17 e 18.

Milele Motors/Reprodução

Recentemente, também vazaram as imagens da reestilização da futura SW4. Mas, assim como a nova Hilux, as mudanças no SUV não serão tão profundas. Além disso, em ambos os casos não foram adiantadas imagens da cabine, que serão renovadas, mas seguem mantidas em segredo.

  • De acordo com informações do site Carsguide, a picape reestilizada terá motor 2.8 turbodiesel com 204 cv de potência e 47,9 kgfm de torque – para efeito de comparação, com a mesma capacidade volumétrica, a opção topo de linha da Hilux no nosso país tem apenas 177 cv e 45,9 kgfm.

     

    Não há mudanças de estamparia na reestilização Milele Motors/Reprodução
    Lanternas também mudam o desenho interno Milele Motors/Reprodução

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de abril da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Fernando Pires/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade