Clique e assine por apenas 8,90/mês

Toyota Hilux 2021 terá novos itens de segurança e potência de S10 e Ranger

Picape média terá sistemas autônomos e motor turbodiesel atualizado para gerar cerca de 200 cv; SW4 acompanhará as mudanças

Por Henrique Rodriguez - 26 mar 2020, 11h02
Toyota Hilux vai mudar pela segunda vez em cinco anos Christian Castanho/Quatro Rodas

Se o coronavírus permitir, a Toyota Hilux 2021 será apresentada em agosto. Além de mais uma atualização visual, a picape média ganhará um motor turbodiesel mais potente e novos sistemas de entretenimentos, e será acompanhada pelo SUV SW4.

Será a segunda atualização visual da Hilux em cinco anos e o desenvolvimento vem sendo feito na Tailândia, onde está a principal linha de produção da picape no mundo. Mas o mais importante nem é o design, que terá mudanças concentradas na dianteira – como na última atualização, em 2018 – com nova grade, novos faróis e novas rodas.

Comboio da nova Hilux foi flagrado na Tailândia Reprodução/Internet

O motor 2.8 turbodiesel que hoje gera 177 cv será, enfim, atualizado para pelo menos chegar perto dos 200 cv de Ford Ranger e Chevrolet S10.

Desta vez o SW4 também acompanhará a reestilização Reprodução/Internet

Também está nos planos mudanças no interior e acompanhadas de uma nova central multimídia compatível com Android Auto e Apple Carplay. Até pouco tempo, a Toyota considerava que os dois sistemas violavam a privacidade dos dados de seus clientes.

Continua após a publicidade

Além disso, as unidades fabricadas na Argentina passarão a ter, pelo menos nas versões mais caras, o pacote Safety Sense, que inclui piloto automático adaptativo, frenagem autônoma de emergência, alerta de colisão e assistente de permanência em faixa, itens que apenas a Ranger oferece hoje no Brasil. 

Reprodução/Internet
Publicidade