Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Motorista de Salvador destrói Fiat Palio ao ser abordado sem CNH em blitz

Para escapar de R$ 551,53 em taxas, proprietário destruiu Fiat Palio de segunda geração, que pode passar dos R$ 10.000

Por Eduardo Passos
20 jun 2022, 15h52

Em uma noite de fúria, um motorista da cidade de Salvador (BA) destruiu o próprio Fiat Palio após ser parado em uma blitz na capital baiana. Segundo o portal de notícias BNews, que divulgou vídeo do incidente, o homem se revoltou com a iminente apreensão do carro e tratou de destrui-lo para não “deixar nada para o Estado”.

O incidente aconteceu na madrugada de sábado, no bairro soteropolitano de Amaralina. Lá, a Superintendência de Trânsito da cidade (Transalvador) realizava abordagens de rotina quando se deparou com a ira do condutor, sem nome revelado.

Noite de fúria

De acordo com relatos da Transalvador ao BNews, o Fiat Palio foi estacionado sem resistência à ordem de parada. Logo em seguida, porém, o proprietário do carro teria arremessado a chave na areia da praia e tentado fugir, caminhando disfarçadamente.

Na sequência, os agentes de trânsito abordaram o homem, que negou ser dono do veículo e só se desfez do absurdo quando funcionários encontraram a chave do Palio na areia. Com o “B.O” assumido, o condutor foi enquadrado não por irregularidades em seu Fiat, mas por não ser habilitado, segundo o relato.

Carro regularizado

Ainda que fosse inevitável a multa, o condutor poderia ter seguido viagem caso alguém com CNH levasse o carro para ele, dado que o Fiat estava regularizado. Como o homem não tinha ninguém para oferecer-lhe uma carona, a abordagem de rotina se transformou em catarse à medida que o Palio foi destruído pelo próprio dono. O vídeo do BNews mostra o motorista irregular subindo no capô e, em seguida, no teto do modelo, enquanto usa uma suposta parte do sistema de som para danificá-lo.

O Fiat Palio de segunda geração passou longe de ter perda total, uma vez que os danos aparentemente se limitaram a vidros e lataria. Para justificar seu açoite ao inocente carro, o motorista disse que “não deixaria seu bem para o estado” e logo em seguida fugiu levando apenas alto-falantes, disse a Transalvador.

Continua após a publicidade

Prejuízo

Feita sob intensa emoção, a conta matemática do motorista parece não ter sido das melhores. Isso porque, segundo a Transalvador, a performance não impediu ele que fosse multado em R$ 880,41 por dirigir sem habilitação adequada.

Sua reação extrema ainda pode levá-lo a responder por crime de trânsito: caso a Justiça entenda que houve “grande perigo de dano” ao conduzir o Palio sem CNH em vias públicas, o homem pode de seis meses a um ano de detenção ou uma multa ainda maior.

Seu protesto com nuances de anarcocapitalismo também foi em vão, uma vez que o veículo foi recolhido ao pátio e, para retira-lo nesta segunda-feira (20), seria necessário pagar um mínimo de R$ 551,53, só em taxas de reboque e estacionamento. Para removê-lo também é necessário já ter pagado a multa e, a cada dia extra, mais R$ 66,85 são adicionados à conta.

Caso o Fiat Palio seja abandonado ele seguirá a leilão. Apesar dos danos, o preço de um veículo em condições similares pode chegar a R$ 10.000.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.