Mercedes descarta Classe X para o Brasil e, no lugar, teremos SUV elétrico

Marca chegou a cogitar importar a picape da Espanha; de hatches esportivos a utilitários de sete lugares, fabricante irá lançar no país mais de dez modelos

Apesar de testada no Brasil, a Classe X foi descartada do nosso mercado

Apesar de testada no Brasil, a Classe X foi descartada do nosso mercado (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Quem ainda tinha um fio de esperança de ver a Mercedes-Benz Classe X chegar ao Brasil para concorrer com as versões V6 de Volkswagen Amarok e Toyota Hilux pode desistir.

Depois de cancelar subitamente o acordo de produção da picape na Argentina, o fabricante afirmou durante a CES, em Las Vegas, nos EUA, que desistiu de vender o modelo no Brasil.

A notícia se dá por conta das especulações em torno de uma possível importação da picape, somente nas versões topo de linha, a partir da Espanha.

A opção pela venda somente da Classe X V6 seria uma alternativa para compensar a falta da isenção fiscal que a picape perdeu ao não ser mais feita no Mercosul.

AMG A 45 S ano-modelo 2020: de malas prontas para o Brasil

AMG A 45 S ano-modelo 2020: de malas prontas para o Brasil (Divulgação/Mercedes-Benz)

Apesar da desistência, a empresa confirmou mais de uma dezena de modelos e versões que chegarão ao mercado brasileiro nos próximos meses.

Os primeiros a estrear serão os novos AMG A 45 S e CLA 45 S. Caberá à dupla estrear a nova versão do 2.0 turbo, que agora gera 421 cv e passou a ser o mais potente de sua categoria.

O segundo semestre concentrará o restante dos lançamentos da marca. A partir de julho irão chegar o GLB 35 AMG, o SUV elétrico EQC e a segunda geração do GLA.

SUV elétrico EQC está confirmado para o país em 2020

SUV elétrico EQC está confirmado para o país em 2020 (Divulgação/Mercedes-Benz)

O SUV compacto, aliás, deixará de ser montado em Iracemápolis (SP) e voltará a ser importado. A nacionalização do modelo, porém, está em estudos pela marca.

Mais próximo do Salão do Automóvel de São Paulo, que acontecerá em novembro, virão os novos GLE, GLE Coupé e GLS.

Os utilitários esportivos grandes irão chegar tanto em suas versões convencionais (inclusive com opção turbodiesel) quanto nas esportivas 63 AMG.

Novos olhos

Geração atual do Classe S será aposentada em breve

Geração atual do Classe S será aposentada em breve (Divulgação/Quatro Rodas)

O principal lançamento global da Mercedes para 2020 é a nova geração do Classe S, modelo mais caro e luxuoso da marca.

O sedã grande normalmente é a base de estreia com novas tecnologias e essa tendência irá continuar na geração prevista para ser revelada no Salão de Paris, na França.

Entre os destaques do modelo estão faróis com projeções individuais capazes de gerar uma luz mais definida e com múltipla variação.

A tecnologia já vinha sendo testada pela Mercedes, que inclusive chegou a oferecê-la pontualmente a alguns clientes do Classe S Maybach. O pioneirismo, porém, foi do Audi e-tron Sportback.

O novo Classe S já está confirmado para o Brasil, mas chegará ao mercado somente na segunda metade de 2021.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s