Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Mercedes-Benz S65 AMG

Elegante ao extremo, ele esconde uma usina de 630 cv sob o capô

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 00h45 - Publicado em 8 nov 2013, 12h02
lancamentos

Se existe um modelo capaz de traduzir o ditado “lobo em pele de cordeiro”, ele é o S65 AMG. A nova geração do sedã segue combinando o design classudo (com o perdão do trocadilho) com um desempenho de deixar muito superesportivo roxo de vergonha. A “culpa” é do motor 6.0 V12 biturbo, que rende 630 cv entre 4.800 e 5.400 rpm. O torque máximo chega a 102 mkgf, disponíveis entre 2.300 e 4.300 rpm.

Equipado com uma transmissão automatizada de sete marchas, ele precisa de apenas 4,3 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h e chega aos 250 km/h. Apesar de tanto desempenho, ele tem um consumo médio de 8,3 km/l e emite 279 gramas de CO2 por quilômetro rodado, fazendo dele “o sedã V12 mais econômico do mundo”.

Como convém a um Classe S, o modelo preparado pela AMG traz uma ampla lista de tecnologias, incluindo itens como o monitoramento das condições da estrada e o controle de estabilidade com Assistência Dinâmica de Curvas, que elimina o risco de sobreesterço ao frear a roda do lado interno da curva. Opcionalmente, o sedã pode vir com discos de freio de cerâmica, que são 20% mais leves do que o conjunto convencional.

Disponível apenas na configuração de entre-eixos alongado, o S65 AMG será lançado em março por módicos 232.050 euros.

Continua após a publicidade

Publicidade