Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Lorenzo vence GP da Espanha

Valentino Rossi derruba Casey Stoner e Jorge Lorenzo vence em casa

Por Marcelo Brettas Atualizado em 9 nov 2016, 11h51 - Publicado em 3 abr 2011, 14h42
Jorge Lorenzo

O GP da Espanha, disputado sob garoa no escorregadio circuito de Jerez, foi marcado por inúmeras quedas em todas as categorias. A corrida começou a ser decidida faltando 20 voltas quando o italiano Valentino Rossi (Ducati Team), que fazia uma impressionante prova de recuperação, depois de ter sofrido uma queda na classificatória que o colocou apenas na 12ª posição do grid de largada, forçou uma ultrapassagem sobre o então vice-líder na prova, Casey Stoner (Repsol Honda), mas acabou escorregando e levando os dois ao solo. O australiano ficou fora da prova e com gestos ostensivos demonstrou toda a sua irritação com o piloto da Ducati que seguiu, mesmo com a moto danificada, e terminou a prova na quinta colocação, indo direto ao boxe de Stoner para se desculpar.

Depois desse acidente o líder Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini) ficou com uma diferença ainda mais folgada, porém acabou sendo vítima da pista úmida e traiçoeira e, faltando 16 voltas para o final da corrida, o italiano deixou a dianteira de sua moto escorregar, foi ao solo e se despediu do GP da Espanha.

A partir daí a disputa pela liderança caiu no colo do atual campeão do mundo, o espanhol Jorge Lorenzo (Yamaha Factory Team), seguido por Dani Pedrosa (Repsol Honda), que ainda sofre com dores no ombro e passará por uma cirurgia nessa semana, e pelo norte-americano Ben Spies (Yamaha Factory Racing), que chegou até a conquistar a segunda colocação mas também foi ao solo quando restavam apenas três voltas para o final. Com isso, quem herdou o terceiro lugar no pódio foi Nicky Hayden (Ducati), seguido por Hiroshi Aoyama (San Carlo Honda Gresini).

Com o abandono Casey Stoner caiu para a terceira colocação no campeonato mundial (25 pontos), que agora é liderado por Lorenzo (45 pontos), com Pedrosa (36 pontos) em segundo.

Na 125 cc, sob uma garoa fina que levou muitos pilotos ao solo, o alemão Sandro Cortese (Intact Racing Team Germany) não sustentou a sua primeira pole da temporada, perdeu várias posições e no final sofreu uma pequena queda, terminando a prova apenas na sexta colocação. A briga pela liderança acabou sendo amigável e caseira, já que o espanhol Nicolas Terol (Bankia Aspar) mais uma vez mostrou a sua superioridade e teve trabalho apenas com seu compatriota e companheiro de equipe Héctor Faubel (Bankia Aspar), que tentou acompanhar o seu ritmo, mas na última volta foi ao solo, cruzando a linha de chegada em 11º. Com isso, o segundo lugar ficou com o alemão Jonas Folger (Red Bull Ajo Motosport). Fechando o pódio no terceiro posto chegou o francês Johann Zarco (Avant-AirAsia-Ajo). No campeonato Nico Terol segue absoluto, conquistando o máximo de 50 pontos possíveis, seguido pelos alemães Jonas Folger (31) e Sandro Cortese (30).

Já na Moto2 o pole Stefan Bradl (Viessmann Kiefer) também não sustentou a posição da largada, terminando a prova apenas no quinto posto. O piso úmido mais uma vez tirou vários pilotos da prova, inclusive o estreante Marc Marquez (Team CatalunyaCaixa Repsol), ídolo da torcida espanhola e atual campeão da 125 cc, e o japonês Yuki Takahashi (Gresini Racing Moto2). Nessas condições quem se deu bem foi o italiano Andrea Iannone (Speed Master), seguido pelo suiço Thomas Luthi (Interwetten Paddock Moto2 Racing) e Simone Corsi (Ioda Racing Project), que largou na 18ª posição e terminou no pódio com o terceiro posto. Com o resultado Iannone passa a liderar o campeonato com 45 pontos, superando o ex-líder Bradl que agora soma 36 pontos no campeonato mundial de Moto2.

CATEGORIA MOTO GP – GP DA ESPANHA

1- Jorge Lorenzo, 
Yamaha Factory Racing,
 25 voltas

2-
Dani Pedrosa,
Repsol Honda Team,

+13.256

3- Colin Edwards, Monster Yamaha Tech 3,
+28.959

4- Nicky Hayden, Ducati Team,
+30.134

5- Hiroshi Aoyama, San Carlo Honda Gresini,
+34.289

6- Valentino Rossi, Ducati Team,
+59.666

7- Hector Barbera, Mapfre Aspar Team MotoGP,
+1:06.159

8- Ben Spies, Yamaha Factory Racing,
+-1:47.229

9- Karel Abraham, Cardion AB Motoracing,
+-45.818

10- Cal Crutchlow, Monster Yamaha Tech 3,
+-41.445

CATEGORIA 125 CC – GP DA ESPANHA

1-
Nicolas Terol, Bankia Aspar Team 125cc,
 23 voltas

2-
Jonas Folger, Red Bull Ajo MotorSport,
+17.446

Continua após a publicidade

3-
Johann Zarco, Avant-AirAsia-Ajo,
+23.955

4-
Danny Kent, Red Bull Ajo MotorSport,
+32.883

5-
Taylor Mackenzie, Phonica Racing,
+34.713

6-
Sandro Cortese,
Intact-Racing Team Germany,
+51.515

7-
Jakub Kornfeil, Ongetta-Centro Seta,
+54.920

8-
Hiroki Ono, Caretta Technology Forward Team,
+1:00.164

9-
Efren Vazquez, Avant-AirAsia-Ajo,
+1:00.286

10-
 Zulfahmi Khairuddin, Airasia-Sic-Ajo,
+1:00.399

CATEGORIA MOTO2 – GP DA ESPANHA

1-
 Andrea Iannone, Speed Master, 26 voltas

2-
 Thomas Luthi, Interwetten Paddock Moto2,
+7.850

3-
 Simone Corsi, Ioda Racing Project,
+12.625

4-
 Bradley Smith, Tech 3 Racing,
+15.355

5-
 Stefan Bradl, Viessmann Kiefer Racing,
+17.850

6-
 Julian Simon, Mapfre Aspar Team Moto2,
+24.247

7-
 Alex De Angelis, JIR Moto2,
+27.991

8-
 Kev Coghlan, Aeroport de Castello,
+36.181

9-
 Michele Pirro, Gresini Racing Moto2,
+36.775

10-
 Max Neukirchner, MZ Racing Team,
+41.407

Confira o vídeo com as quedas:

https://youtube.com/watch?v=YGsOaJu2Y6I

Continua após a publicidade

Publicidade