Clique e assine por apenas 8,90/mês

Jaguar E-Type se torna o carro elétrico mais bonito do mundo

Motor a eletricidade de 300 cv leva os esportivo de 0 a 100 km/h em 5,5 segundos

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 11 set 2017, 17h40 - Publicado em 11 set 2017, 13h35
Lenda dos anos 60 ganhou faróis de LEDs, foi “eletrificada” e anda mais do que o modelo original Jaguar/Divulgação

Nem todos os carros elétricos são feios. Há exceções, como o conceito elétrico baseado no E-Type apresentado pela Jaguar na Tech Fest, evento realizado pela própria marca para divulgar suas novas tecnologias.

O modelo foi batizado de E-Type Zero e preserva as belíssimas linhas elogiadas desde o lançamento do lendário esportivo, em 1961.

Quem assina o projeto é a Jaguar Land Rover Classic, divisão de restauração de veículos clássicos da empresa inglesa que já havia recuperado 10 exemplares do E-Type seguindo todos os parâmetros de originalidade da época de seu lançamento.

Motor elétrico ocupa a mesma posição do propulsor original de seis cilindros Jaguar/Divulgação

Em vez do motor 4.2 de seis cilindros em linha que equipava o carro em 1968, a Jaguar instalou um motor elétrico de 220 kW (o equivalente a 300 cv) exatamente no mesmo local do conjunto original.

Há um novo eixo de transmissão responsável por enviar energia ao diferencial e uma bateria de íon-lítio de 40 kWh para alimentar o motor.

Motor elétrico de 220 kWh tem autonomia de até 270 km Jaguar/Divulgação

Devido ao peso e as dimensões semelhantes ao conjunto original, não foi necessário realizar adaptações na suspensão e nos freios.

Continua após a publicidade

A alavanca da transmissão original (que podia ser manual de quatro marchas ou automática de três) foi substituída por um seletor giratório (bastante parecido com os modelos atuais da Jaguar) com apenas três posições: R (marcha a ré), N (ponto morto) e D (drive, para movimentar o veículo para frente). O painel analógico foi trocado por mostradores digitais.

De acordo com a Jaguar, o E-Type Zero precisa de 5,5 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h, ou um segundo mais rápido do que o clássico E-Type Série 1.

Interior ganhou em modernidade com a instalação de central multimídia e quadro de instrumentos digital Jaguar/Divulgação
Bateria de íon-lítio fica escondida debaixo do compartimento de bagagens Jaguar/Divulgação
Bocal para recarga da bateria fica no mesmo lugar destinado ao tanque de gasolina convencional Jaguar/Divulgação
Projeto foi desenvolvido pela divisão de restauração de veículos clássicos da JLR Jaguar/Divulgação

A autonomia é de 270 quilômetros e a recarga leva de seis a sete horas para ser finalizada em uma tomada convencional.

Jaguar Land Rover terá apenas híbridos e elétricos a partir de 2020

A Jaguar Land Rover aproveitou o Tech Fest para anunciar que todos os veículos lançados a partir de 2020 pelas duas marcas serão híbridos ou elétricos.

Até agora, somente Volvo e Aston Martin já fizeram anúncios semelhantes – embora no segundo caso, a marca ainda não deixará de oferecer modelos movidos apenas por motores a combustão.

O primeiro modelo elétrico da JLR surgirá já a partir de 2019: trata-se do Jaguar I-Pace, cuja versão de produção deve estrear no Salão de Frankfurt, que abre as portas para o público nesta semana.

Continua após a publicidade
Publicidade