Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Jaguar vai restaurar e vender exemplares originais do E-Type

Programa 'Reborn' segue padrões de originalidade dos anos 60; cada exemplar vai custar no mínimo R$ 1,12 milhão

Por Vitor Matsubara Atualizado em 3 abr 2017, 11h01 - Publicado em 3 abr 2017, 10h59
Primeiro E-Type restaurado estava inativo desde 1983 divulgação/Jaguar

A Jaguar Land Rover vai restaurar 10 exemplares do E-Type, um dos modelos mais icônicos da história da Jaguar – e também um dos carros mais belos da história da indústria automobilística.

A iniciativa faz parte do programa Reborn, que já transformou antigos Land Rover Series 1, Range Rover e Jaguar XKSS D-Type em veículos impecáveis. O trabalho de restauro seguirá todos os parâmetros de originalidade dos anos 60, deixando o veículo como se estivesse acabado de sair da linha de montagem.

Cada unidade será vendida por R$ 1,12 milhão divulgação/Jaguar

O primeiro E-Type a passar pela transformação foi um Coupé originalmente exportado para a Califórnia em maio de 1965. Depois de rodar 78 mil milhas (ou aproximadamente 125.528 km), o esportivo deixou de circular em 1983 – e permaneceu parado desde então.

Continua após a publicidade

O clássico motor de seis cilindros com tripla carburação divulgação

A equipe de restauradores da Jaguar Classic manteve o maior nível de originalidade possível. Apenas peças que pudessem comprometer a segurança dos ocupantes foram substituídas por componentes novos fabricados pela própria empresa. Foi o caso de alguns painéis da carroceria vítimas de corrosão, que foram substituídos por novas peças feitas através de engenharia reversa.

Todos os exemplares podem receber “opcionais” empregados em modelos mais recentes do E-Type, como um sistema de refrigeração mais eficiente, câmbio com marchas sincronizadas e pinças dianteiras de freio da segunda geração do esportivo.

Jaguar E-Type divulgação/Jaguar

O primeiro E-Type restaurado pela Reborn será apresentado ao mundo durante a Techno Classica (uma das maiores feiras de antigomobilismo do mundo), na Alemanha. Quem quiser levar para casa um desses raros exemplares precisará desembolsar pelo menos 285 mil libras esterlinas, o equivalente a quase R$ 1,12 milhão.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês