Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Carro elétrico: herói ou vilão?

Apesar de não queimar combustível, carros elétricos podem poluir mais que os a gasolina. Tudo depende da matriz energética

Por Isadora Carvalho
Atualizado em 23 nov 2016, 20h52 - Publicado em 6 abr 2016, 16h10
Complexo Termelétrico Jorge Lacerda e Usina Hidrelétrica Salto Santiago
Usinas termoelétricas geram grandes quantidades de CO2 para produzir energia ()

Os veículos 100% elétricos são limpos, mas, dependendo da matéria-prima usada para gerar eletricidade, o mocinho pode virar bandido. Um estudo realizado pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, mostra que o carro a gasolina pode ser até mais limpo, caso o país onde ele rode recorra a combustíveis fósseis para gerar energia. “Nesse caso, a vantagem dos elétricos se resume a evitar a concentração de gases tóxicos nos centros urbanos”, diz Roberto Brandão, pesquisador do grupo de estudos do setor elétrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Na China e na Índia, que usam carvão mineral para gerar quase 70% da energia, o desempenho do veículo elétrico foi desanimador, chegando a poluir mais do que um a combustão. Nos países em que a fonte energética é menos poluente, o carro ecológico vale a pena. Na França, que usa energia nuclear, considerada limpa na geração de CO2, o carro a bateria se saiu bem. O mesmo vale para o Brasil. “Mais de 80% da energia nacional vem de hidrelétricas. Portanto, os elétricos aqui são limpos de verdade”, diz Margaret Groff, coordenadora do projeto de veículo elétrico da usina de Itaipu.

NEM TÃO ECOLÓGICOS

Na China, os automóveis elétricos poluem mais que a versão a gasolina, porque sua produção de energia elétrica é baseada na queima de carvão. Nos EUA, onde impera a termoelétrica, os movidos a bateria emitem só um pouco menos de CO2 que os a gasolina. Já na França, rica em usinas nucleares, os elétricos são bem mais ecológicos.

Continua após a publicidade

Matriz energética predominante em cada país
EUA Termoelétrica com petróleo
Brasil Hidrelétrica
França Energia nuclear
China Termoelétrica com carvão mineral

Geração sustentável
Gramas de CO2 por km rodado
Carro a gasolina 90 g
Carro elétrico no Brasil 9 g
Carro elétrico na França 10 g
Carro elétrico nos EUA 68 g
Carro elétrico na China 96 g

Se mais de 90% da frota brasileira fosse de elétricos, o consumo energético do país aumentaria em 40%

O efeito na tomada
Consumo de eletricidade (em bilhões de kWh)
Consumo médio anual de energia elétrica no Brasil 430
Consumo com 3,4 milhões de carros elétricos (7,5% da frota) 444
Consumo com 41 milhões de carros elétricos (91% da frota) 602
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.