Clique e assine por apenas 8,90/mês

Itens que o novo VW Nivus tem e um T-Cross quase R$ 20.000 mais caro não

De piloto automático adaptativo a central multimídia com tela de 10,1 polegadas, o novato oferece mimos exclusivos aos compradores

Por Gabriel Aguiar - 1 jun 2020, 18h49
VW Nivus vs T-Cross Arte/Quatro Rodas

O Volkswagen Nivus é o principal lançamento da marca para o Brasil. Mas o estreante não chegará às lojas sem enfrentar um dilema: ser equipado suficiente para se afastar do Polo, com o qual divide plataforma, e não colocar em risco o T-Cross.

Há algumas diferenças nas medidas que ajudam a diferenciar o novato do irmão maior – e você pode conferir todas aqui. Só que, apesar de menor (e mais barato), o Nivus terá itens exclusivos em relação ao SUV, que continuará um degrau acima.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Quer exemplos? O modelo com jeitão de cupê será o primeiro a receber central multimídia com tela de 10,1 polegadas capaz de acessar a internet e até comprar comida por meio de aplicativos. E ele virá de série. No T-Cross, o sistema é menor e não faz nada disso, mesmo na versão Highline 250 TSI.

Continua após a publicidade

Entre o Nivus e o T-Cross Highline, a diferença de preços poderá passar de R$ 30.000. Enquanto  o estreante deverá chegar às lojas por até R$ 100.000, sem contar opcionais, o SUV sai por R$ 118.690, mas pode chegar a R$ 133.875 com todos os opcionais.

 

Central multimídia tem tela de 10,1 polegadas e acesso à internet Fernando Pires/Quatro Rodas

O equipamento também está ligado à função start-stop – o comando sensível ao toque está integrado à peça –, até então indisponível para outros modelos equipados com o motor 1.0 turbo. Mas não haverá o 1.4 turbo oferecido no primo mais caro.

Nivus será o primeiro nacional da marca com piloto automático adaptativo Fernando Pires/Quatro Rodas

Também caberá ao Nivus estrear o piloto automático adaptativo entre os carros feitos pela Volkswagen no Brasil. O item de segurança será oferecido como opcional na versão topo de linha Highline, mas, até então, só vinha nos modelos importados.

Continua após a publicidade
Novo emblema da VW esconde radares e sensores na dianteira Fernando Pires/Quatro Rodas

Os sensores e radares foram instalados na dianteira do novato, escondidos atrás do logotipo inédito para o mercado brasileiro. O novo emblema do fabricante chegou à Europa com o elétrico ID.3 e já está no Golf – que empresta o volante ao SUV cupê.

Volante também é exclusivo do Nivus no mercado brasileiro Fernando Pires/Quatro Rodas

Por fim, o Nivus conta com um porta-malas maior, de 415 litros, contra 373 l do primo, e terá faróis com iluminação totalmente por led de série, diferentemente do T-Cross, que é comercializado com conjunto halógeno (mais simples) em todas as configurações.

Para que o T-Cross receba iluminação integralmente de led e com regulagem de altura do facho, como o irmão, só equipando a versão Highline com o pacote Tech & Beats, de R$ 6.280.

Faróis com iluminação totalmente por led serão oferecido como opcionais Fernando Pires/Quatro Rodas

Por outro lado, além do motor 1.4 turbo flex de 150 cv e 25,5 kgfm, contra o 1.0 de 128 cv e 20,4 kgfm do Nivus, só o T-Cross tem como opção o teto solar panorâmico, inexistente no Nivus seja qual for a configuração escolhida. E só ele traz assistente de estacionamento e sistema de som Beats, ambos opcionais.

Continua após a publicidade

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Fernando Pires/Quatro Rodas
Publicidade