Grupo PSA vai cortar 1.500 empregos

Empresa também deve fechar fábrica em Paris

fabricantes fabricantes

fabricantes (/)

A PSA/Peugeot-Citroën eliminará 1.500 postos de emprego adicionais até 2014, na tentativa de amenizar a crise que prejudica a empresa, principalmente no mercado europeu. Esta é a segunda onda de cortes realizada pela PSA neste ano, após a demissão de oito mil funcionários em julho.

Segundo Jonathan Goodman, porta-voz da PSA, os funcionários demitidos neste fim de ano não serão substituídos posteriormente. Além de realizar inúmeros cortes, o conglomerado pretende enxugar ainda mais seu quadro de funcionários, reduzindo em 17% o número de empregados até 2014.

Entre as outras medidas tomadas para reduzir custos, a empresa pretende fechar uma fábrica situada nos arredores de Paris, vender ações e negociar uma aliança estratégica com a General Motors.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s