Fiat Palio sai de linha após quase 22 anos de Brasil

Em meio ao lançamento do Cronos, hatch sai oficialmente de cena junto do Punto

Após a saída do Palio Fire, a única versão ainda à venda até então era a Attractive 1.0

Após a saída do Palio Fire, a única versão ainda à venda até então era a Attractive 1.0 (Divulgação/Fiat)

Após quase 22 anos de produção ininterrupta, o Fiat Palio saiu oficialmente de linha no Brasil. A fabricante confirmou a informação antecipada pelo site Autos Segredos nesta quinta (22). Além do hatch, o Punto também saiu de cena oficialmente. A dupla foi substituída pelo Argo, lançado no primeiro semestre de 2017.

As saídas ocorreram no site da Fiat ao mesmo tempo em que o Cronos era lançado. O modelo já havia deixado de ser produzido ano passado no Brasil e na Argentina, dando lugar ao sedã derivado do Argo no país vizinho.

O Punto já não era fabricado desde 2017, mas sua despedida só foi confirmada nesta terça (22)

O Punto já não era fabricado desde 2017, mas sua despedida só foi confirmada nesta terça (22) (Divulgação/Fiat)

Lançado em abril de 1996 para disputar a liderança com o Volkswagen Gol, o Palio ultrapassou a marca de 3 milhões unidades produzidas e vendidas durante esses quase 22 anos.

Versão Sporting tinha apelo esportivo e suspensão mais firme

Versão Sporting tinha apelo esportivo e suspensão mais firme (Divulgação/Fiat)

Porém, apenas em 2014 o hatch conseguiu sair da vice-liderança para se tornar o carro mais vendido do Brasil.

Sem mudanças e com o lançamento do Argo, as vendas do Palio foram despencando e o fim do hatch era apenas uma questão de espera.

Em 2017, o hatch fechou em 37° lugar do ranking de vendas com 20.138 unidades emplacadas, segundo dados da Fenabrave. O arquirrival Gol, fechou na 4° posição com 73.919.

Nova Fiat

A mudança acompanha o que a empresa chama de “Nova Fiat”, cujo destaque está em uma plataforma renovada de produtos, composta por Mobi, Argo, Cronos, Toro e, futuramente, uma nova picape compacta.

Palio e Punto foram apenas os primeiros de uma lista que ainda pode contar com: Weekend, Grand Siena e Doblò, mesmo que esses ainda estejam no configurador da marca.

Fiat palio weekend A Palio Weekend inaugurou a moda dos aventureiros urbanos, em 1999 – mas pode dar adeus em breve

A Palio Weekend inaugurou a moda dos aventureiros urbanos, em 1999 – mas pode dar adeus em breve (Divulgação/Fiat)

As atualizações na gama da Fiat mira a volta à liderança no país – posto ocupado hoje pela Chevrolet. Até 2020, os motores E.torQ serão substituídos pelos motores da família Firefly, lançada no fim de 2016.

Veja também

Segundo a Fiat, o Palio ainda poderá ser encontrado em algumas concessionárias que não venderam todo o seu estoque do hatch.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Paulo Sergio Leonardo

    Tenho um Punto 2016, e digo: Fiat nunca mais… Não pelo Punto q adoro… Mas pelo q a Fiat sempre faz… Tirar os carros de linha precocemente, e outra, se eu quisesse um gol ia na vw… E não atrás de uma cópia, argo é piada

  2. Somente na Bananalandia para se fabricar durante 20 anos uma porcaria destas, feio, apertado, sem segurança.
    A Fiat ganhou uma fábula de dinheiro em cima dos coitados de compradores.

  3. Rolando Lero

    Pálio veio , venceu e , agora , aposentou-se . O que há de errado nisso ?

  4. Tive um Bravo 2013, já tinham me avisado que o Stilo tinha saído para botar o Bravo e não comprasse mais Fiat. Pois dito e feito, aconteceu. Nunca mais Fiat!!!!!