Clique e assine por apenas 5,90/mês

Fiat Mobi recebe uma estrela em teste de impacto

Hatch foi mal avaliado nos ensaios de colisão frontal e lateral. Proteção para crianças ganhou duas estrelas

Por Rodrigo Ribeiro - Atualizado em 1 ago 2017, 15h49 - Publicado em 1 ago 2017, 15h10
A integridade do habitáculo no teste de impacto frontal foi avaliada como adequada Latin NCAP

O Latin NCAP divulgou nesta terça-feira, 1º de agosto, uma nova rodada de testes de impacto com modelos vendidos na América Latina. Desta vez, os modelos analisados foram a minivan Chevrolet N300, Kia Rio Sedan e Fiat Mobi.

O hatch é o único do trio vendido no Brasil, e obteve uma estrela na proteção para adultos e duas para crianças. O modelo também participou do teste de longa duração de QUATRO RODAS, apesar de quase ter se desmontado antes da hora.

O desempenho do Mobi no impacto lateral foi considerado ruim Latin NCAP/Divulgação

A avaliação do NCAP declarou como “boa” a proteção para a cabeça e pescoço dos passageiros dianteiros, mas o peito e joelhos do motorista receberam proteção “marginal”.

No impacto lateral a proteção para o peito do motorista foi considerada “pobre”, e a parte superior da porta traseira se abriu no impacto.

Van de origem chinesa da Chevrolet teve um desempenho péssimo no teste de impacto frontal Latin NCAP/Divulgação

De origem chinesa e sem airbags, o Chevrolet N300 zerou na proteção para adultos e ganhou uma estrela para crianças. Já o Kia Rio Sedan levou duas estrelas nas duas categorias, mesmo estando equipado com apenas um airbag e não contar com ESC e ABS.

O Kia Rio Sedan teve o desempenho menos pior da última rodada de testes do Latin NCAP Latin NCAP/Divulgação

Em nota, Alejandro Furas, secretário geral do Latin NCAP, afirmou que “os governos latino-americanos estão, ainda hoje, mais de 20 anos retrasados quanto às regulamentações europeias e estadunidenses a respeito da segurança dos veículos”, e o “lobby da indústria para adiar ou bloquear as regulações.”

Continua após a publicidade

Na rodada anterior, o Chevrolet Onix foi avaliado com nenhuma estrela.

No Brasil a exigência de ESC será obrigatória para carros novos (que não sejam novos modelos ou reestilizações) a partir de 2020 e, para todos os automóveis vendidos no país, em 2022.

Associações como a Proteste, no entanto, pediam que a obrigatoriedade fosse antecipada para o segundo semestre deste ano.

Após o teste, a FCA divulgou um posicionamento sobre o desempenho do Mobi:

“A Fiat Chrysler Automóveis informa que seus veículos comercializados no Brasil atendem todas as normas técnicas vigentes de segurança. Salienta, ainda, que apoia toda e qualquer iniciativa que sinalize trânsito e veículos mais seguros, a exemplo do primeiro automóvel brasileiro equipado com air bag  e do primeiro modelo 1.0 dotado de freios ABS, ambos produzidos e comercializados pela empresa.”

Veja como foi o teste do Fiat Mobi:

Continua após a publicidade
Publicidade