Fiat Mobi chega ao México mais barato e com 7 anos de garantia

Por lá, o modelo parte de R$ 22.640. No entanto, é equipado unicamente com o defasado motor 1.0 Fire de quatro cilindros

fiat-mobi

 (Divulgação/Quatro Rodas)

Desenvolvido no Brasil, o Mobi foi apresentado em abril de 2016 para brigar com o VW Up!. Agora, o compacto produzido em Betim (MG) será exportado para o México – porém mais barato, com menor custo de manutenção e maior tempo de garantia.

As configurações do Mobi no mercado mexicano são exatamente as mesmas oferecidas no brasileiro: Easy, Like e Way. A primeira diferença, no entanto, está debaixo do capô. Ele terá apenas o defasado 1.0 de 73 cv (com gasolina) e quatro cilindros, deixando o novo 1.0 Firefly de três cilindros como exclusividade do Brasil.

A segunda está nos preços. Por lá, ele parte de 149.900 pesos mexicanos, ou R$ 22.640 em conversão direta. Por aqui, R$ 33.030

Além de mais barato e com menor custo de manutenção, o compacto tem ainda 7 anos de garantia no México Além de mais barato e com menor custo de manutenção, o compacto tem ainda 7 anos de garantia no México

Além de mais barato e com menor custo de manutenção, o compacto tem ainda 7 anos de garantia no México (Reprodução/Quatro Rodas)

Os valores são da versão de entrada, Easy. Para a Like, a marca cobra 168.900 pesos (R$ 25.550) no México e R$ 39.240 no Brasil. A aventureira e topo de linha, Way, sai por R$ 27.760 e R$ 40.690, nos respectivos países.

Mais baixo também é o custo de manutenção. Para os mexicanos, as seis revisões (até 60.000 km) saem, juntas, por R$ 1.210 (conversão direta). Os brasileiros pagam, pelos mesmos serviços, R$ 3.448. Só a revisão dos 60.000 km, no Brasil, sai por R$ 1.232, mais caro que todo o pacote no México.

fiat-mobi

 (Divulgação/Quatro Rodas)

Por fim, a terceira diferença: em terras mexicanas, o Mobi terá garantia de 7 anos, contra 7 do Brasil, onde ele é fabricado.

Para uma comparação mais justa, vale relacionar a renda per capita de cada país. O Brasil, segundo dados do Banco Mundial de 2013, tem o PIB per capita de US$ 11.208, contra US$ 10.307 do México.

Veja também

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Enock Santos

    Então a quatro rodas quer dizer que só porque o motor do de lá está defasado justifica nós aqui pagar 10 mil reais a mais?

  2. Igor Pricandi

    Salvo a garantia mais longa o preço é o esperado. Afinal, ainda não se pode exportar impostos. O maior vilão dos preços. E não somente de carros, estão em tudo, remédios por exemplo são altos e criminosos.
    Seria muito educativo, no sentido de fazer com que as pessoas dessem importância ao valor de impostos, e assim cobrar resultados dessa grana dos governos, que fosse como é nos EUA. Lá o preço é o fábrica, sem impostos. Então, você entraria numa concessionária e veria um Mobi sendo vendido por vinte mil reais + taxas. Ai, não seria mais apenas empresários a brigar pela quedas dos impostos, mas todos mundo.

  3. flavio gabriel

    Mobi no México tem isofix de serie e o motor é movido a Benzina, e não gasolina.

  4. Marcos Oliveira

    E aqui no Brasil, o povo pagando mais de R$ 33 mil ou quase R$ 9 mil mais caro! Fica a pergunta: Pq nós temos q pagar mais pelo mesmo carro?

  5. Antonio Wilson Eutrópio Azevedo de Souza

    Humf…deve ser igual a garantia de 5 annnoooos da Riumdai…Vá procurar pra ver…

  6. Marcus Vinicius

    fiat que crescer lá !

  7. André Pedro

    Pois podem ficar só vendendo por lá. Faz falta nenhuma aqui esse carro. Quanto ao preço… aqui as pessoas pagam. Ta certa a Fiat. Eu faria o mesmo.