Clique e assine com até 75% de desconto

Renault Captur recebe quatro estrelas de segurança no Latin NCAP

Crossover fabricado no Brasil foi considerado seguro nas avaliações de crash-test

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 7 jun 2017, 12h53 - Publicado em 7 jun 2017, 12h50
Crossover fabricado no Paraná foi avaliado com bom desempenho estrutural Reprodução/Youtube

O Renault Captur fabricado no Brasil recebeu quatro estrelas (entre cinco possíveis) em proteção para adultos nos testes de colisão do Latin NCAP. Para proteção do ocupante infantil no banco traseiro, o crossover foi classificado com três estrelas. 

O órgão avalia a segurança dos veículos vendidos na América Latina em testes de colisão frontal e lateral, e também de acordo com os equipamentos de segurança disponíveis dos carros analisados. 

Novas regras dos testes de colisão também avalia estrutura em colisões laterais Divulgação/Quatro Rodas

No caso do Renault Captur avaliado, há controles de estabilidade e tração, quatro airbags (dois frontais e dois laterais de tipo cabeça-tórax), cintos de segurança com pré-tensionadores, ancoragens ISOFIX e interruptor para desativar o airbag do passageiro. Todos estes itens valem nota nos testes. 

As faltas notadas foram de airbags de cortina, que protege a cabeça dos ocupantes, e o de joelho para o motorista.

Gráfico de proteção para adultos no Renault Captur Divulgação/Quatro Rodas

De acordo com o Latin NCAP, o Captur teve bom desempenho estrutural, isso “explica o resultado de quatro estrelas para a proteção dos ocupantes adultos”.

Continua após a publicidade

Para as crianças, as três estrelas entre cinco possíveis foram justificadas por problemas no sistema de retenção infantil para crianças de três anos – as cadeirinhas foram incapazes de evitar movimentos para frente acima do limite permitido no impacto frontal. Para crianças de até 18 meses, a instalação fo aprovada.

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=_F4DDwGd8ac&w=680&h=383]

“O Captur mostra o potencial da indústria local para produzir e oferecer veículos mais seguros que ultrapassam os requisitos exigidos pelos governos e com bom desempenho mesmo com protocolos mais rígidos como os de hoje”, disse Alejandro Furas, Secretário Geral do Latin NCAP.

Vale lembrar que o Renault Captur fabricado no Brasil é baseado na plataforma do Duster, diferente do modelo homônimo vendido na Europa, que deriva da quarta geração do Clio.

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=Fn2VB08qx4U&w=680&h=383]

Apenas dois outros SUVs haviam sido testados sob as novas regras do Latin NCAP, que desde 2016 incluem testes de colisão lateral e teste do controle de estabilidade: o Nissan Murano, com duas estrelas para adultos e quatro para crianças, e o Seat Ateca (que compartilha plataforma com o novo VW Tiguan), que recebeu cinco estrelas em ambos os quesitos.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade