Clique e assine por apenas 8,90/mês

Exclusivo: Salão do Automóvel de São Paulo será adiado para 2021

Desfalque de marcas importantes e dólar nas alturas estimularam decisão. Reed estuda promover outro evento no lugar do salão em novembro deste ano

Por Leonardo Felix, Henrique Rodriguez, Péricles Malheiros - Atualizado em 4 mar 2020, 18h28 - Publicado em 4 mar 2020, 17h55

A crise do Salão do Automóvel de São Paulo ganhou novos contornos.

Desacordos com a organizadora em relação a custos, desistência de marcas importantes, como Chevrolet, Hyundai e Toyota, alta do dólar e até o coronavírus serviram de vetor para que fabricantes e a Reed Exhibitions, promotora do evento, decidissem adiar a mostra de novembro de 2020 para algum momento de 2021.

QUATRO RODAS entende que o adiamento será comunicado nesta sexta-feira (6) pela Anfavea (Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores).

Continua após a publicidade

Nesta quarta-feira (4), uma reunião entre diretores da Reed e representantes das fabricantes estava programada para definir os detalhes do evento de 2021, cujo mês ainda não foi definido.

A decisão servirá como alternativa menos danosa a outras duas possibilidades consideradas mais catastróficas por todas as partes envolvidas.

A primeira seria a realização de um salão esvaziado ainda este ano. Apenas VW, FCA, Renault e Nissan estão confirmadas, sendo que só a VW estaria verdadeiramente empenhada em sua realização, porque prepara a revelação mundial do projeto A0 SUV, que substituirá o Gol. A segunda seria o cancelamento definitivo do evento, com retorno somente em 2022.

Com a solução intermediária, a Reed terá tempo para convencer marcas desistentes a retomar a presença.

Continua após a publicidade

Além disso, a promotora estuda promover outro evento voltado a fãs automobilísticos na época e no local onde originalmente ocorreria o Salão de São Paulo 2020. Detalhes sobre como seria formatado esse segundo evento ainda não são conhecidos.

Procurada por QUATRO RODAS, a Reed Exhibitions apontou que “mantém os entendimentos com a Anfavea [sobre a realização do Salão] e trará novidades nos próximos dias”.

Também consultada, a associação das fabricantes respondeu que “não confirma a informação, mas abordará o tema em sua próxima coletiva de imprensa, no dia 6 de março”.

Publicidade