Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Designer revela protótipo de carro que ressuscitaria o Porsche 550 Spyder

Intitulado "550 One" o projeto homenageava o famoso carro que James Dean pilotava no acidente que tirou sua vida

Por Gabriel Monteiro Atualizado em 5 jan 2021, 11h43 - Publicado em 4 jan 2021, 17h15
Porsche 550 One
Reprodução/Internet

Em um projeto recente, a Porsche lançou um livro que apresentou ao mundo mais detalhes de 15 veículos inéditos que nunca foram lançados. Denominada “Porsche Unseen“, a iniciativa pode ter servido de inspiração para mais modelos virem à tona.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 6,90.

Desta vez, o ex-chefe de design do Grupo Volkswagen, o italiano Walter da Silva, usou sua conta no Instagram (forma um pouco menos glamurosa do que um livro que é vendido no Brasil por mais de R$ 450,00) para divulgar imagens de um projeto que ressuscitaria o Porsche 550 Spyder, um dos mais icônicos modelos da empresa.

Histórico por sua escassez e por seus feitos, o modelo rendeu muitos frutos para a fabricante e ainda inspira seus carros, como o recente Boxster Spyder, lançado no Brasil em 2017.

Posche 550 One
Foto do protótipo do 550 One divulgada pelo designer Walter da Silva. As luzes traseiras alongadas homenageiam as listras vermelhas do famoso carro de James Dean Reprodução/Internet

Segundo Walter Silva, esse projeto para um sucessor do 550 foi encomendado pelo próprio Ferdinand Piech, filho de Louise Piëch e ex-presidente e CEO do grupo VAG, para homenagear o modelo usado pelo ator James Dean batizado de “Little Bastard” .

O carro ficou famoso pelo acidente que tirou a vida de Dean e pela fama de “carro amaldiçoado”. O Little Bastard acumulou vítimas e alguns estranhos acontecimentos até desaparecer e nunca mais ser encontrado.

  • A atualização foi batizada de 550 One. Nota-se uma atualização visual, mas fora mantido o mesmo caráter minimalista do modelo original.

    Continua após a publicidade

    Guelras nas laterais, o simples painel de instrumentos e a ótica dianteira circular são prova do empenho em manter a personalidade do modelo. Ainda vale destacar a presença de alças de couro para abrir e fechar as portas e as lanternas traseiras esticadas para emular as famosas faixas vermelhas que adornavam os para-lamas traseiros do Little Bastard.

    Little Bastard
    Batizado de Little bastard, o carro recebeu a numeração 130 nas laterais e no capô, além de faixas vermelhas sobre os para-lamas traseiros e bancos em xadrez. Reprodução/Internet

    De acabamento mais simples, o modelo revivido poderia ser uma opção de entrada aos bipostos de motorização central da Porsche e uma alternativa mais barata aos 718.

    Não foi divulgado o motivo de o projeto não ter ido à frente. Talvez, o misterioso histórico do homenageado tenha impactado um pouco na decisão da fabricante.

    Porsche 550 One
    O simples painel de instrumentos e as alças de couro nas portas remetem ao minimalismo do antecessor. Grelha do câmbio era a mesma do Audi R8 reprodução/Internet

    Com fabricação limitada (de 1953 a 1956), o 550 Spyder original foi o primeiro modelo da fabricante desenvolvido exclusivamente para competições.

    Ele se destacou nas 24 horas de Le Mans de 1954, vencendo sua categoria na competição, e rendeu a primeira vitória geral para a Porsche em uma competição de grande porte, na corrida de Targa Florio, em 1956.

    Porsche 550 Spyder
    O Porsche 550 original teve apenas 90 unidades produzidas entre 1953 e 1956. Reprodução/Internet

    O modelo era fabricado sobre um chassi tubular, com uma carroceria de alumínio aberta, e tinha motor central. A propósito, o motor era o Type 547 boxer 1.5 de quatro cilindros com 142cv. Ao todo, apenas 90 unidades foram produzidas e comercializadas.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Capa Quatro Rodas 740
    arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade