Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

BMW tira tela sensível ao toque de oito modelos por falta de chips

Falta de semicondutores obrigou a BMW a produzir carros sem tela sensível ao toque, mas compradores terão desconto

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 8 nov 2021, 16h22 - Publicado em 5 nov 2021, 21h18

A crise global dos semicondutores (que poderá se estender até o fim de 2022) não obrigou a BMW a retirar a central multimídia dos seus carros, mas oito dos seus modelos precisarão voltar alguns anos no tempo. Isso porque estão sendo produzidos sem telas sensíveis ao toque.

Black Friday! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

Isso só é possível porque os BMW têm comandos redundantes no console central, o iDrive, que permitem a operação da central multimídia sem a necessidade de tocar na tela. Mas pode não ser o meio mais intuitivo para quem já se acostumou a tocar na tela.

Central Multimidia BMW S3 drift
Fernando Pires/Quatro Rodas

Os modelos que estão sendo produzidos na Alemanha, na Áustria e nos Estados Unidos sem as telas sensíveis ao toque são os BMW Série 3, Série 4 Coupé, Conversível e Grand Coupé, o roadster Z4 e os SUVs X5, X6 e X7. Nos Estados Unidos, compradores dos carros sem a funcionalidade receberão desconto de 500 dólares. 

Continua após a publicidade

BMW não está sozinha

Em todo o mundo, as fabricantes estão se esforçando ao máximo para que não haja interrupção da produção ou o acúmulo de carros quase prontos aguardando um ou mais componentes. Mas isso está se tornando relativamente comum.

Painel do VW Nivus Comfortline 2022
VW Nivus Comfortline 2022 não tem central multimídia de série Divulgação/Volkswagen

O que não é incomum é a retirada de equipamentos de série. Nos Estados Unidos, a Chevrolet Silverado foi produzida sem sistema de desligamento de cilindros, o que aumenta seu consumo. Aqui no Brasil, a Volkswagen retirou a central multimídia de série de versões de entrada de alguns modelos.

A Mercedes também vem sendo impactada. Lotes mais recentes de versões modelos CLA, GLA, GLC, GLE, GLS e Classe A estão chegando ao Brasil sem equipamentos como head-up display, carregamento sem fio para smartphones, iluminação ambiente e, em alguns casos, apoio de braço traseiro e navegação GPS com realidade aumentada.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas!

Continua após a publicidade

Publicidade