Clique e assine por apenas 5,90/mês

Após saída da Chevrolet, outras marcas avaliam deixar Salão de SP 2020

Diversas fabricantes ainda não bateram o martelo quanto à presença no evento, e mesmo outras já confirmadas podem reavaliar decisão

Por Leonardo Felix - 31 jan 2020, 16h58
Ford no Salão do Automóvel de São Paulo 2018 Renato Pizzutto/Quatro Rodas

Após o bombástico anúncio de que a marca Chevrolet, marca mais vendida no mercado automotivo brasileiro atualmente, não estará no Salão do Automóvel de São Paulo 2020, outras fabricantes instaladas no país também reavaliam sua participação no evento.

A fabricante americana se juntou a Toyota (além da subsidiária Lexus), PSA (Peugeot e Citroën), BMW (e a subsidiária Mini), Jaguar Land Rover, JAC e Volvo na lista de ausentes do evento.

Em meio à crise do evento, QUATRO RODAS consultou que o grupo FCA (marcas Fiat, Jeep, Ram e Dodge) manterá sua participação, assim como Volkswagen e Nissan.

Caso curioso é o da Ford. Oficialmente, a marca americana reafirma sua participação. Nos bastidores, porém, apuramos que a saída da Chevrolet está levando seus executivos a reavaliarem a decisão.

A Renault, outra inicialmente confirmada, também teria se balançado com a decisão da Chevrolet e pode renegociar sua participação. Oficialmente, porém, a marca francesa também afirma que, por enquanto, sua presença está mantida.

Outras marcas que seguem sem estar confirmadas são: Audi, Caoa Chery, Honda, Kia, Mercedes-Benz, Porsche e marcas de luxo representadas pela Via Italia (Ferrari, Lamborghini, Maserati e Rolls Royce).

Grupo HPE (Mitsubishi e Suzuki) e Hyundai não responderam até a publicação desta reportagem.

Colaboraram Péricles Malheiros, Henrique Rodriguez e Gabriel Aguiar.

Continua após a publicidade
Publicidade