Clique e assine por apenas 8,90/mês

Agora, CEO da FCA descarta fusões

Sergio Marchionne não voltará a negociar com a GM

Por Rodrigo Furlan/Foto: Getty Images - Atualizado em 9 nov 2016, 14h35 - Publicado em 15 jul 2015, 17h46
mercado

Depois de meses e meses de especulação, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) parece ter desistido de chacoalhar a indústria automotiva global. Em matéria publicada nesta quarta-feira (15) pelo The New York Times, Sergio Marchionne, o CEO da companhia, afirmou que parou de procurar por uma parceira para concretizar uma fusão.

“Fui golpeado uma vez e não vou voltar com o nariz sangrando para uma segunda tentativa”, disse o executivo ao ser questionado sobre a hipótese de contatar novamente a CEO da General Motors, Mary Barra, que vetou qualquer conversa sobre uma eventual fusão entre as empresas. Marchionne também frisou que deixou de procurar ativamente por outra parceria.

Publicidade