Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

A partir de 2026, Audi irá lançar apenas carros 100% elétricos

A marca alemã pretende fazer uma transição entre os modelos a combustão e os elétricos para atingir a marca de zero emissão de poluentes até 2050

Por Pedro Henrique Oliveira Atualizado em 23 jun 2021, 18h30 - Publicado em 23 jun 2021, 18h01
Audi Q4 Sportback 50 e-tron quattro visto 3/4 de frente
O plano da Audi é ter um catálogo apenas com veículos elétricos até 2026 Divulgação/Audi

Seguindo a tendência do mercado europeu, a Audi anunciou que, a partir de 2026, os seus lançamentos serão focados integralmente na fabricação de modelos totalmente elétricos. 

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90. 

A informação foi dada pelo CEO da empresa, Markus Duesmann, na Conferência Climática de Berlim no último dia 22. “Nós estamos mandando um sinal de que a Audi está pronta (para as novidades)”, afirmou o executivo.

Audi RS e-tron GT preto de lado
Apesar do plano de ter uma frota 100% elétrica até 2026, a empresa acredita na demanda chinesa de motores à combustão até 2033 Divulgação/Audi

Duesmann explicou que a “descontinuidade dos motores a combustão será decidida, em último momento, pelos clientes e pelas legislações”. Na China, a demanda por motorizações que utilizam combustíveis fósseis deve crescer até 2033, então o mercado local deverá contar com uma fábrica que disponibilize essa opção aos consumidores. 

Audi Q4 50 e-tron quattro Edition One, Audi Q4 Sportback 5...i Q4 50 e-tron quattro, Audi Q4 Sportback 50 e-tron quattro
O CEO da Audi afirmou que a empresa irá continuar desenvolvendo seu motor a combustão enquanto houver demanda e legislações que permitam Divulgação/Audi

Em paralelo, a Audi já colocou em prática o seu plano para eletrificar sua frota. Com os novos modelos do e-tron GT, RS e-tron GT, Q4 e-tron e Q4 Sportback e-tron, a empresa terá mais lançamentos elétricos do que movidos a fósseis já em 2021. Até 2025, a meta é contar com pelo menos 20 modelos elétricos em seu catálogo. 

Audi RS e-tron GT verde escuro visto 3/4 de frente
Já em 2021, a empresa deve lançar mais modelos elétricos do que movidos a combustíveis fósseis Divulgação/Audi

É claro que para implantar uma política de fabricação em peso de veículos elétricos, o território precisa contar com infraestrutura de carregamento dos modelos. Para isso, a Audi está desenvolvendo sua própria solução com uma estação de recarga. 

A decisão da empresa segue o panorama europeu de aumento da utilização de veículos livres de emissão de gases poluentes. De acordo com um levantamento feito pela BloombergNEF (New Energy Finance) para o Transport & Environment (T&E), até 2027, os veículos elétricos serão mais baratos que os movidos a combustíveis fósseis. 

  • A previsão se dá, principalmente, por conta da expectativa de queda de até 58% no preço das baterias automotivas até 2030. Além disso, a pesquisa afirma que, caso as agências legislativas da Europa atuem para aumentar as metas de redução de emissões de CO₂, os veículos movidos a bateria podem atingir 100% de novas vendas em 2035. 

    Audi e-tron GT preto visto de frente em fabricação
    A empresa irá focar sua produção no desenvolvimento de elétricos, com pelo menos 20 modelos até 2025 Divulgação/Audi

    Mesmo assim, a Audi diz que irá continuar desenvolvendo seu motor a combustão até a sua descontinuação, mesmo após ter deixado claro que não seguiria essa linha. Em relação a isso, o CEO da empresa foi enfático ao falar que “o último motor de combustão interna da Audi será o melhor que já fizeram”, concluiu.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    Capa de QUATRO RODAS 746
    A edição 746 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade