Correio Técnico: qual a durabilidade das pastilhas de discos de cerâmica?

Compostos são específicos para este tipo de freio, que também demanda cuidados especiais

 

Os freios de cerâmica duram (e custam) bem mais

Os freios de cerâmica duram (e custam) bem mais (Acervo/Quatro Rodas)

Qual a durabilidade das pastilhas usadas em discos de cerâmica? Eduardo Ribeiro, Curitiba (PR)

Basicamente a mesma das convencionais, mas elas têm diferenças cruciais para o uso intenso.

“As pastilhas feitas para serem usadas com discos de carbono-cerâmica possuem mais partículas para dissipar melhor o calor das frenagens”, detalha Lothar Werninghaus, consultor técnico da Audi.

Essa virtude é essencial quando os freios estão sob uso intenso, situação que pode ocasionar a formação de uma camada de gases quentes entre o disco e a pastilha, provocando o “desaparecimento” (fading, em inglês) da capacidade de frenagem.

O que dura mais nesses freios são os próprios discos, que têm a vida útil de seis a oito vezes maior. Mas eles custam bem mais: o disco dianteiro da RS 6 Avant pode passar dos R$ 23.000.

Disco de freio PCSB Porsche Ranhuras internas no disco garantem melhor dissipação dos gases quentes gerados nas frenagens

Ranhuras internas no disco garantem melhor dissipação dos gases quentes gerados nas frenagens (Divulgação/Porsche)

Por outro lado, eles exigem cuidados específicos, sobretudo na hora de trocar o pneu. Nos veículos com freio de cerâmica é recomendado usar um pino guia na hora de colocar a roda sobressalente.

Isso impede que o aro atinja o disco, que pode se quebrar facilmente com o impacto. Essa característica é um efeito colateral de sua dureza que lhe dá tamanha durabilidade.

Outro ponto negativo é o maior ruído de frenagem em uso urbano e uma eficiência ligeiramente menor quando os discos estão frios.

Tem outras dúvidas? Envie sua pergunta para correiotecnico@abril.com.br!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s