Clique e assine por apenas 8,90/mês

Correio técnico: minha seta parou de fazer barulho, é normal?

Leitor questiona o porquê do som característico do equipamento nem sempre ficar ativo

Por Rodrigo Ribeiro - Atualizado em 26 fev 2019, 18h55 - Publicado em 26 fev 2019, 18h54

Por que o som do relê do pisca de alguns carros some quando outro alerta toca? Márcio Gobbo, Belo Horizonte (MG)

O som ajuda a lembrar que a seta está ligada Christian Castanho/Quatro Rodas

Porque esse barulho não é do relê, e sim um som simulado emitido por um alto-falante posicionado, geralmente, atrás do painel de instrumentos.

Essa mudança ocorreu porque o relê, peça que era responsável por cortar e restabelecer a corrente da lâmpada, foi substituído por controles eletrônicos.

Com isso, foi necessário criar uma versão virtual da peça, mantendo a referência sonora que avisa o motorista que a seta está ligada.

Continua após a publicidade

Caso o carro precise emitir um alerta mais importante (como o aviso do cinto de segurança desafivelado), o som do indicador de direção é substituído temporariamente por outro.

Som do silêncio

BMW i8: visual legal, som virtual Marco De Bari/Quatro Rodas

Não é só a seta que pode ser simulada do ponto de vista sonoro. Muitos modelos elétricos já emitem ruído quando estão em movimento, para alertar pedestres.

Esportivos, como o BMW i8, também criam um efeito sonoro para reforçar o ronco de seus motores.

Tem outras dúvidas? Envie sua pergunta para correiotecnico@abril.com.br!

Publicidade