Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Com o passar dos anos, o motor perde sua potência original?

A longo prazo, desgaste das peças pode gerar folgas e excesso de carbonização, reduzindo sua performance

Por Da Redação
Atualizado em 3 Maio 2021, 16h25 - Publicado em 25 nov 2016, 15h04

É verdade que, com o passar dos anos, o motor do carro vai perdendo sua potência original? – Augusto Redusino, por e-mail.

Questões desse tipo variam muito conforme o uso e a manutenção feita pelo proprietário. No geral, porém, a resposta é sim. Com o tempo, os motores perdem o rendimento original devido ao desgaste natural das peças, como cilindros, camisas e anéis de pistão, mancais de virabrequim, ou mesmo pela falta de manutenção.

Esse desgaste favorece tanto o surgimento de folgas entre as peças internas como o acúmulo de depósitos de carbonização, que pode aumentar o atrito entre os componentes móveis ou alterar o fluxo da mistura ar/combustível. Outro efeito colateral da idade é a degradação do sistema de refrigeração (radiador, mangueiras, válvulas), que pode fazer o motor trabalhar em temperaturas maiores do que a ideal.

Por outro lado, num intervalo mais curto de tempo, o inverso também pode acontecer. Nos testes de Longa Duração, onde os carros cumprem rigorosamente suas rotinas de manutenção, é comum que os veículos demonstrem números de desempenho e consumo melhores após 60.000 km rodados graças ao assentamento das peças móveis do motor.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.