VW pode encerrar produção do Golf no Brasil, diz presidente

Baixo volume de vendas pode interromper a produção do hatch médio em São José dos Pinhais (PR)

Um Golf nacional na linha de montagem de São José dos Pinhais (PR) (Divulgação/Volkswagen)

O fraco desempenho do Volkswagen Golf no mercado – foram 2.461 emplacamentos até junho deste ano, suficientes apenas para a 60ª posição entre os mais vendidos – podem fazer com que a fabricante deixe de fabricar o hatch médio no Brasil. A informação foi dada por David Powels, presidente da Volkswagen para o Brasil e América do Sul, em entrevista ao site Automotive Business.

De acordo com o executivo, se o segmento seguir “com vendas muito baixas poderemos interromper a fabricação”. Atualmente o Golf está na segunda posição da categoria, liderado pelo Chevrolet Cruze Sport6. Dentro da marca, o modelo representa menos de 2% das vendas totais no País.

A versão Variant (perua) vende ainda menos (359 unidades entre janeiro e junho), mas é importada do México. Caso a linha de produção em São José dos Pinhais (PR) seja encerrada, é provável que o modelo hatch também passe a vir da América do Norte.

Ofensiva

A Volkswagen prepara uma onda de lançamentos para o mercado nacional nos próximos meses. Os primeiros a chegar são os novos Polo hatch e sedã (chamado de Virtus). Em seguida virão três novos SUVs e uma inédita picape média-grande, para brigar com a Fiat Toro.

Na entrevista ao Automotive Business, Powels também confirmou que a marca irá lançar no Brasil a nova geração do Jetta, ainda a ser lançado lá fora. O sedã, que deixou de ser derivado do Golf na geração atual, ainda adota parte da plataforma PQ35, de concepção mais antiga que a modular MQB, que provavelmente será utilizada no novo modelo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Dax Consultoria Automotiva

    O carro é ótimo, mas o brasileiro em geral está em crise e o carro é caro (como 99% dos demais oferecidos no país). Quando Henry Ford teve queda nas vendas, aumentou o salário dos funcionários, transformando-os em compradores do Modelo T. Hoje, um modelo tem vendas baixas, e a marca prefere tirá-lo de linha, em vez de torná-lo mais acessível aos interessados. Conheço MUITA gente que quer muito um Golf, mas ele se torna fora do alcance econômico dessas pessoas.

  2. Nicelio Melo do Nascimento

    Eu não ia nem comentar, mas diante do que eu li do Marcos Viana, vamos lá, as tecnologias estão ao alcance de todos os fabricantes não só da VW o GOLF é um ótimo carro sem duvida mais dizer que é a melhor carro do mundo só pode ser brincadeira, os tempos são outros meu amigo!

  3. Bruno Castro

    Na minha opinião eu acho é pouco, Os caras quer cobrar 80 mil em um carro 1.0 com 125 poneis e quer bater record de vendas?? E o cara vai e compra pra mostra pro vizinho que pode mais, Nesse valor aí eu compro um Lancer GT 2.0 Automático, com o custo beneficio bem maior, embora seja mais desvalorizado, mas não compro carro pensando em vender, compro carro pro meu gosto, no dia que o Brasileiro aprender a comprar carro, vamos ter carros de VERDADE, e não essas carroças “ESPORTIVAS” que vocês pagam o olho da cara….

  4. Henrique Moraes

    A vw reposicionou os preços do golf para cobrar mais caros os carros de entrada. No entanto, quando da nacionalização, alias isso e´padrão VW Brasil, suprimiu vários itens que vinham no Golf alemão que é mais tecnológico. O preço subiu demais em tão pouco tempo e nada justifica isso. No Brasil as montadoras ganham muito de poucos e no resto do mundo é ao contrario ganham pouco de muitos

  5. Fernando Gonçalves da Costa

    Isso é sério???? nossa vamos ficar tristes. Magina o GOLF !!!! se fosse um Civic, Corolla, mas o GOLF… Vai Tarde.

  6. Fernando Sobolwsky

    Muito preço por pouco carro.

  7. Rodrigo Luis da Silva

    Não sei quem é mais burro, se é o brasileiro que não sabe como.prar carro que presta, ou se é as montadoras que insistem em vender carros bons com preços abusivos.