Marcha a ré: os destaques de QUATRO RODAS em março de…

De 1967 a 2007, uma viagem no tempo para relembrar o que já foi notícia na revista de automóveis mais tradicional do país

[obs: para acessar os links do Acervo Digital da QUATRO RODAS, é preciso desabilitar o bloqueio de pop-ups, caso ele esteja ativado]

2007

Março/2007 (Quatro Rodas/Quatro Rodas)

Se hoje o Fiat Palio já segue para seu sexto ano sem mudanças visuais, na geração passada do hatch, isso era bem diferente. Em 2007, com 11 anos de mercado, ele chegava à sua quarta reformulação. Apesar da boa fama conquistada e da tentativa de agradar a maioria, aquele Palio causou polêmica pelo retrocesso tecnológico e estilístico em relação ao anterior. Mudou dois anos depois e sem deixar rastros – ele não ficou nem na versão Fire, que permaneceu com a cara de 2004.

A mesma edição mostra que a invasão dos SUVs nas ruas e na imprensa não é novidade. Há dez anos, um comparativo reunia os representantes do segmento: CR-V, Tucson, X-Trail, RAV4, Sportage e Freelander. Já para quem não dispensa um sedã, comparamos as primeiras gerações de Fusion e Jetta – na época, com preços próximos.

1997

Março/1997 (Quatro Rodas/Quatro Rodas)

O inédito e aguardado Ford Ka enfim chegava ao mercado brasileiro. Apesar do preço alto para um “minicarro” e do espaço diminuto, ele se destacou pela economia. Já entre os grandalhões, Chevrolet D-20 e Ford F-1000 se enfrentavam. Apesar da clara superioridade da picape da Ford, a da Chevrolet estava prestes a se aposentar e dar lugar à Silverado.

1987

Março/1987 (Quatro Rodas/Quatro Rodas)

Voyage e Escort ainda mantinham a rivalidade, apesar do laço familiar criado pela Autolatina. Também mesmo com o parentesco, cada um mostrou uma personalidade diferente. Enquanto o Voyage prezava pela agilidade e pelo prazer em dirigir, com a maior potência do motor AP em relação ao CHT, o Escort priorizava o consumo (em detrimento de bom desempenho) e linhas mais modernas.

Na mesma edição, chegava ao fim o teste de 50.000 km da Belina 4×4. O modelo foi o primeiro reprovado no Longa Duração após inúmeros problemas e reclamações durante o teste.

1977

Março/1977 (Quatro Rodas/Quatro Rodas)

Um comparativo colocava Chevette e Fiat 147 frente a frente para testar os modelos mais badalados da época. Embora o 147 tivesse melhor espaço interno, preços mais baixos e ainda fosse novidade no mercado, o Chevette levava a vitória por ser mais econômico. A boa relação entre eficiência e consumo também era destaque no teste da linha 77 do Chevrolet Opala SS, que recebia alterações na motorização para beber menos, porém sem deixar a esportividade de lado.

1967

Março/1967 (Quatro Rodas/Quatro Rodas)

A grande novidade da edição de número 80 era a total reformulação gráfica de QUATRO RODAS, que deixava a aparência mais leve e moderna. Para marcar a inauguração da nova identidade visual da publicação, mostramos o protótipo Willys 1.300, que dava total atenção à aerodinâmica.

Com isso e um potente (para a época) motor 1.298 cilindradas de quatro cilindros, conjuntos de direção e suspensão do Gordini e câmbio manual de quatro marchas, ele poderia ultrapassar os 200 km/h.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s