Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Teste: Peugeot e-2008 GT é SUV elétrico fantasiado de esportivo

Sempre elétrica, a segunda geração europeia do Peugeot 2008 chega ao Brasil focando em visual, tecnologia e preço que o destaca no segmento

Por Guilherme Fontana
19 fev 2023, 07h00

A segunda geração do Peugeot 2008 vendida na Europa chega ao mercado brasileiro na configuração elétrica (as equipadas com motor a combustão seguem com carroceria antiga, até a chegada da sucessora, prevista para 2024). Assim, o posicionamento da nova geração fica um degrau acima, embora seu preço ainda seja atraente.

Por R$ 259.990, o e-2008 GT concorre com hatches elétricos, como o Fiat 500e (R$ 255.990) e o Mini Cooper S E (R$ 252.900), consideravelmente menores. Existe outro SUV elétrico abaixo dos R$ 300.000, o JAC E-JS4 (R$ 249.900). Porém, este fica um degrau abaixo do francês importado da Espanha, principalmente no quesito tecnologia.

peugeot e-2008 gt
A traseira reproduz o visual do Peugeot 3008 (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Como em todo Peugeot, o design é um dos pontos altos do e-2008, que oferece, além das clássicas cores preto, cinza e branco, as chamativas azul e laranja. A dianteira repete as soluções do 208, como os faróis full-led com três riscos e uma barra que corta o para-choque. Como no hatch elétrico, a grade tem tracejados na cor da carroceria. A diferença fica para a presença dos faróis de neblina no SUV.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

As laterais têm belos e marcantes vincos triangulares que ajudam a dar volume e, por consequência, uma impressão de robustez ao carro. As rodas são de 18”, com pneus 215/55. A traseira tem clara inspiração no “irmão” maior 3008, com lanternas altas e esguias, totalmente de led.

peugeot e-2008 gt
Motor igual ao do e-208. Recarga pode levar de 30 minutos a mais de 24 horas, dependendo do carregador e da quantidade de energia armazenada (Fernando Pires/Quatro Rodas)
peugeot e-2008 gt
(Fernando Pires/Quatro Rodas)

O interior é praticamente o mesmo do e-208, com desenho moderno e bom nível de acabamento. Há materiais emborrachados e costuras aparentes em um chamativo tom de verde. O pequeno volante e o quadro de instrumentos digital 3D também estão lá, assim como o novo seletor de marchas, por teclas, que estreia na linha 2023 do e-208.

A central multimídia é a mesma, com 10”: Android Auto e Apple CarPlay só funcionam com fio e não tomam a tela toda. A qualidade de imagem deixa a desejar. As críticas ganham força com o 208 a combustão mais barato, de aproximados R$ 80.000, que tem um sistema com melhor qualidade de imagem e aplicativos que tomam toda a tela.

peugeot e-2008 gt
Painel tem visual futurista e bom nível de acabamento (Fernando Pires/Quatro Rodas)

As diferenças do e-2008 no interior ficam para os bancos, menos esportivos e mais confortáveis, e para o teto panorâmico com abertura elétrica, enquanto o do hatch não abre. No mais, estão presentes itens como frenagem automática, leitura de placas de velocidade, piloto automático adaptativo, freio de estacionamento eletrônico, farol alto automático e carregador de celulares por indução.

Continua após a publicidade

Para fechar a parte interna, o e-2008 tem bom espaço para levar até quatro pessoas (já que o túnel central traseiro é alto) – embora as laterais do teto sejam baixas. Faltam saídas de ar-condicionado na traseira. Há apenas portas USB para quem vai atrás. E no porta-malas cabem 434 litros.

peugeot e-2008 gt
Apps de celulares não ocupam toda a tela da central. Quadro de instrumentos 3D tem jogo de espelhos. Seletor de marchas por teclas estreia no e-2008 (Fernando Pires/Quatro Rodas)

O conjunto propulsor é o mesmo do e-208 GT, ou seja, um motor elétrico dianteiro com 136 cv e 26,5 kgfm, alimentado por uma bateria de 50 kWh. É uma motorização suficiente ao e-2008, mas que reduz significativamente seu desempenho diante do hatch. Culpa dos 104 kg de peso a mais do SUV, que chega aos 1.630 kg (contra 1.526 kg). Uma das provas é que, em nossos testes, o e-2008 foi de 0 a 100 km/h em 10 segundos – contra os 8,5 conseguidos pelo hatch. A velocidade é limitada em 150 km/h.

Continua após a publicidade
peugeot e-2008 gt
(Fernando Pires/Quatro Rodas)
peugeot e-2008 gt
(Fernando Pires/Quatro Rodas)

Na prática, o SUV vai bem no dia a dia e tem boas acelerações, mesmo que elas não sejam abruptas com o torque máximo 100% entregue de forma instantânea. No e-2008 as saídas e retomadas são progressivas, uma vantagem em conforto (e segurança) para uso urbano – embora não representem a sigla “GT” estampada na traseira. Esse comportamento, porém, pode mudar de acordo com o modo de condução escolhido: Normal, Eco ou Sport, autoexplicativos.

Em movimento, o modelo produz um futurista (e obrigatório aos padrões europeus) ruído de alerta aos pedestres, mas não simula o ronco de motor na cabine, ao contrário de outros elétricos do mercado.

Continua após a publicidade
peugeot e-2008 gt
Bancos com formas esportivas são confortáveis. Teto panorâmico tem abertura elétrica (Fernando Pires/Quatro Rodas)
peugeot e-2008 gt
(Fernando Pires/Quatro Rodas)

A suspensão garante conforto aos ocupantes, com boa dose de maciez mesmo em pisos mais acidentados, ao contrário do hatch. Mesmo assim, mantém boa estabilidade em curvas, por mais fechadas que sejam. Só gera um pequeno incômodo o acerto ainda mais macio da traseira, que produz um balanço desnecessário principalmente em ondulações de rodovias. Essa é uma característica presente também no 208 a combustão vendido por aqui.

A direção é típica de um Peugeot, com acerto direto, embora voltado ao conforto. Por fim, todo o conjunto do 2008 elétrico é claramente focado em uso urbano, e isso se confirma com sua autonomia projetada: limitados 345 km, pouco para um elétrico nos dias atuais.

Continua após a publicidade
peugeot e-2008 gt
Teto panorâmico tem abertura elétrica (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Veredicto Quatro Rodas – Apesar da autonomia limitada e do desempenho acanhado, o e-2008 é um elétrico interessante na faixa de preços

Teste – Peugeot e-2008

Aceleração
0 a 100 km/h: 10 s
0 a 1.000 m: 32,1 s – 150,1
Velocidade máxima : 150 k/h (limitado eletronicamente)
Retomadas
D 40 a 80 km/h: 3,9 s
D 60 a 100 km/h: 5,3 s
D 80 a 120 km/h: 7,3 s
Frenagens
60/80/120 km/h a 0: 13,5/24,6/55,7 m
Consumo
Urbano: 6,8 km/kWh
Rodoviário: 5,7 km/kWh
Ruído interno
Neutro/RPM máx.: –
80/120 km/h: 58,2/67,2 dBA
Aferição
Velocidade real a 100 km/h: 98 km/h
Rotação do motor a 100 km/h em D: –
Volante: 2,5 voltas
Seu Bolso
Preço básico: R$ 259.990
Garantia: 3 anos
Condições de teste: alt. 660 m; temp., 29,5 °C; umid. relat., 54%; press., 1.011,5 kPa

Ficha Técnica – Peugeot e-2008

Motor: elétrico diant., 136 cv, 26,5 kgfm
Bateria: íon-lítio; capacidade, 50 kWh; autonomia, 345 km
Recarga: 30 min a 100 kW, 53 min a 50 kW, 6h02 a 22 kW, 24h56 a 1,8 kW (tomada doméstica) Câmbio: 1 marcha + ré, tração dianteira
Direção: elétrica
Suspensão: McPherson (diant.) e eixo de torção (tras.)
Freios: a disco nas quatro rodas
Pneus: 215/55 R18
Dimensões: comprimento, 430 cm; largura, 198,7 cm; altura, 155 cm; entre-eixos, 260,5 cm; peso, 1.630 kg; porta-malas, 434 litros

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.