Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Pit stop azeitado

Por Redação 13 Maio 2011, 14h22

5759 km

Em janeiro, o Peugeot 3008 encarou um comparativo com o Dodge Journey. E se deu bem. Na ocasião, o editor Gustavo Ruffo pontuou o conjunto motor-câmbio com 4,5 estrelas, dizendo: “O trem de força do 3008 fez a diferença em sua vitória. Forte e eficiente”. De fato, nosso 3008 de Longa Duração tem sido alvo de elogios pelo bom desempenho: “O motor 1.6 turbo é muito eficiente”, deixou anotado no diário de bordo do carro o diretor do Núcleo Motor Esporte da Editora Abril, Marcos Emílio Gomes, após rodar 444 km em trechos urbanos e rodoviários.

Da pista de teste, em Limeira (SP), o 3008 retornou com números muito próximos aos obtidos com a unidade cedida pela Peugeot para o comparativo com o Journey. Nosso crossover foi ligeiramente melhor em aceleração, mas se mostrou um pouco mais lento nas provas de retomada. Na frenagem e no consumo urbano, empate técnico. A única diferença mais significativa foi notada no consumo rodoviário, com pequena vantagem para o modelo utilizado no comparativo.

Quando retiramos nosso 3008 na concessionária Aquitaine, o responsável pela entrega afirmou que a revisão deveria ser feita a cada 10 000 km, mas notamos que o manual previa uma parada aos 5 000 km. Ligamos, então, para o 0800 da Peugeot, que confirmou que o correto era o que previa o manual. Assim, com 5 054 km registrados no hodômetro, nosso 3008 encostou na autorizada Paris Alphaville, de São Paulo. Aproveitamos a oportunidade para pedir a verificação de um barulho chato de plástico vibrando no console, na região do câmbio. Após um dia, o carro estava liberado, com o óleo trocado e livre dos ruídos de acabamento. E o melhor: tudo grátis, pois essa primeira revisão é por conta da casa – ou melhor, da Peugeot.

Consumo:

No mês (48,4% na cidade): Gasolina – 9,4 km/l

Desde mar/11 (47,7% na cidade): Gasolina – 9 km/l


Em dias de chuva, a turbulência “puxa” a água para o vidro traseiro. O uso do limpador é indispensável (esq.). Tampa do bocal de abastecimento com chave: incômodo que não combina com o cordial 3008 (dir.).

Continua após a publicidade

Publicidade