Clique e assine por apenas 5,90/mês

Impressões: rápido e divertido, Peugeot 208 GT chega por R$ 78.990

Novo esportivo compacto chega ao Brasil com motor 1.6 THP de 173 cv e câmbio manual

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 23 nov 2016, 20h51 - Publicado em 4 abr 2016, 21h27
Peugeot 208 GT
Para-choques exclusivos, mas no geral o 208 GT é bem discreto Marco de Bari/Quatro Rodas

Poucas marcas possuem uma tradição tão forte no mundo da velocidade como a Peugeot. Dona de vários títulos de rali, a empresa também tem tradição em hot-hatches. Um dos exemplos mais emblemáticos é o 205 GTi, versão apimentada do 205 lançada em 1984 e até hoje considerada por entusiastas uma referência em pequenos esportivos ao lado do Golf GTI. No Brasil, porém, a Peugeot nunca havia investido fortemente neste segmento. Isso acabou: a marca acaba de lançar o 208 GT por aqui.

O design arrojado do 208 ganhou um tempero a mais com os acessórios da nova versão. Já com o visual da reestilização lançada na linha 2017, o compacto tem algumas exclusividades: faróis com leds e máscara negra, grade frontal com detalhes vermelhos, para-choques redesenhados, aerofólio mais pronunciado, lanternas escurecidas e ponteira dupla de escapamento.

Continua após a publicidade
Peugeot 208 GT
Atrás, ponteira dupla de escapamento e aerofólio

No geral, o estilo ficou mais esportivo sem ser exagerado demais. O interior ganhou acabamento com costuras vermelhas, volante revestido em couro e marcação central no topo do volante. O motor escolhido para equipar o GT é o 1.6 THP flex presente no 2008, com opção de câmbio manual de seis velocidades. Abastecido com etanol, o hatch entrega 173 cv a 6.000 rpm e torque máximo de 24,5 mkgf a 1.400 rpm.

Peugeot 208 GT
O conhecido motor THP 1.6 flex produz até 173 cavalos e 24,5 mkgf

O desempenho empolga, com respostas rápidas e direção direta sem ser pesada demais. O motor turbo reage bem tanto em baixa rotação quanto em situações extremas. A suspensão foi recalibrada, mas manteve a mesma altura livre do solo das versões “convencionais”, enquanto a carroceria rola pouco nas curvas. Já os controles de estabilidade e de tração permitem que o condutor se divirta um pouco mais que em outros esportivos, nos quais a preocupação excessiva com segurança impede qualquer exagero. Combine a tudo isso a posição de dirigir esportiva e você terá um hatch muito prazeroso de guiar.

Peugeot 208 GT
Com volante pequeno, a posição de dirigir é esportiva

Bem equipado, o 208 GT sai de fábrica com seis airbags, ar-condicionado digital bizona, banco do motorista com regulagem de altura, câmera de ré, central multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, computador de bordo, direção elétrica, GPS, pedaleiras de alumínio, piloto automático, rodas de liga leve de 17 polegadas, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e teto solar panorâmico. São três opções de cor: Vermelho Aden (sólida), Preto Perla Nera (metálica) e Branco Nacré (perolizada).

Peugeot 208 GT
Bancos em dois tons e detalhes em vermelho pela cabine

Embora seja bastante divertido de guiar e tenha uma boa oferta de equipamentos, o 208 GT cobra caro por isso. A Peugeot irá pedir R$ 78.990 por ele, valor muito acima de seu principal concorrente, o Renault Sandero R.S., que traz um motor 2.0 16V de 150 cv e acabamento menos refinado por R$ 59.280. O valor, inclusive, se aproxima dos R$ 82.490 do DS 3 Sport Chic, um compacto com qualidade de construção superior e mais requintado. O motor do DS 3, inclusive, é o mesmo THP, mas com 165 cv bebendo apenas gasolina. Pode ser que o investimento valha a pena – mas para isso, o 208 GT terá de mostrar que seu comportamento ao volante é melhor que o dos rivais.

>> Não perca os números de pista do comparativo entre Peugeot 208 GT e Renault R.S. na edição de abril de QUATRO RODAS

Ficha Técnica
Motor flex, diant., transv., 4 cil., 16V, turbo, injeção direta, 1.598 cm³, 77 x 85,5 mm, 10,5:1, 173/166 cv a 6.000 rpm, 24,5 mkgf a 1.400 rpm
Câmbio manual, 6 marchas, tração dianteira
Direção elétrica
Suspensão McPherson (diant.) / eixo de torção (tras.)
Freios discos ventilados (diant.) / discos sólidos (tras.)
Pneus 205/50 R17
Peso 1.196 kg
Peso/potência 6,9/7,2 kg/cv
Peso/torque 48,8 kg/mkgf
Dimensões comprimento, 397,5 cm; largura, 170,2 cm; altura, 147,2 cm; entre-eixos, 254,1 cm; porta-malas, 285 l; tanque de combustível, 55 l
Equipamentos de série 6 airbags, acendimento automático dos faróis, ar digital bizona, assistente de partida em subidas, câmera de ré, central multimídia, controle de estabilidade, controle de tração, GPS, rodas de liga aro 17, piloto automático, sensor de chuva, sensores de estacionamento diant. e tras., teto solar panorâmico.

Continua após a publicidade
Publicidade